quinta-feira, março 19, 2015

To think about...

Fotos de animais. / Animal photos.

Tal como em fotografia, também na vida, todas as coisas, podem e devem ser vistas, através de diferentes perspectivas...
Devemos ter a humildade de reconhecer que a nossa perspectiva, sobre algo, ou alguém, poderá não ser a única... ou a mais acertada...
Foto de Jorge Gonçalves... e mais um grande pensamento... para reflectir...
"O que a lagarta chama de fim do mundo, o Mestre chama de borboleta." (RICHARD BACH, in "Ilusões", 1977)
Tal como em fotografia, também na vida, todas as coisas, podem e devem ser vistas, através de diferentes perspectivas... Devemos ter a humildade de reconhecer que a nossa perspectiva, sobre algo, ou alguém, poderá não ser a única... ou a mais acertada... / As in photography, as well in life, all things can, and should be seen, through different perspectives... We must have the humbleness to recognize that our perspective on something, or about someone, might not be the only one... or the right one...
Uma borboleta... / A butterfly...
"What the caterpillar calls the end of the world, the Master calls a butterfly." (RICHARD BACH, in "Illusions, 1977) 
As in photography, as well in life, all things can, and should be seen, through different perspectives...
We must have the humbleness to recognize that our perspective on something, or about someone, might not be the only one... or the right one...
Photo by Jorge Gonçalves... and another great thought, above... to think about...


32 comentários:

  1. Simplesmente maravilhoso o teu post! Adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Chica!... Pela gentileza e amabilidade, das suas palavras...
      Fico feliz, que os temas, que por aqui vamos abordando, sejam do seu agrado!
      Um beijinho graaaaaaaaaaande...
      Ana

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Hi, Roy! !'m glad you like our post.
      Thank you so much, for stopping by...
      Have a great weekend!
      Ana

      Eliminar

  3. Até ao senhor Jorge as borboletas param, sorriem e fazem pose. Comigo, elas voam logo a 7 asas. Nem me dão tempo de dizer: "Oi! Me chamo Roberto. Queria conhecê você."
    :-)

    Fotografia com um bom nível de detalhe e o ponto de focagem está bem dominado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é... o Jorge, lá se entende muito bem, com estes bicharocos asudos... eu é que não tenho jeito... de todos os bicharocos com mais de 4 patas... eu é que saio do pé deles... voando... e bem na hora...
      Obrigada pelo comentário, Remus, e pelas considerações em relação à foto.
      Bjs
      Ana

      Eliminar
  4. Nunca consegui fotografar uma borboleta.
    Penso que estão em extinção. Apenas vejo, no verão, aquelas castanhas e horrorosas que entram pala casa à noite.

    Que maravilha de foto...a posição privilegiada da borboleta, o contraste das cores, a luz...enfim...um olhar 5*****.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui por estes lados, como ainda haverá algumas zonas com bastantes campos verdejantes, e algumas serrazitas, ainda se vão encontrando algumas espécies diferentes...
      Mas eu também não as consigo fotografar... Patetice minha... mas tenho pânico de insectos... algum trauma de alguma vida passada... porque nem eu tenho explicação para tal...
      As castanhas de que fala, Elisa, são aquelas nocturnas, mais felpudas... dessas... ainda fujo mais depressa...
      Obrigada, Elisa! Pelas considerações, e apreciação da foto. O Jorge irá ficar contente... Fotos com bicharocos voadores... é só com ele mesmo...
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
  5. Muito bom post! Concordo muito quando dizes "Tal como em fotografia, também na vida, todas as coisas, podem e devem ser vistas, através de diferentes perspectivas..."
    Beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja Bem-Vinda, Lily!
      Fico contente, que o nosso post, seja do seu agrado! E agora que nos descobriu... venha visitar-nos mais vezes...
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  6. Uma foto perfeita. Linda.
    Concordo com as palavras. Nem sempre as coisas são o que parecem. Às vezes podem ter diferentes interpretações.

    Andei a tentar espreitar as fotos. Não sou lá muito entendida nestas coisas e não me aventuro para além do blogue. O que é Tag People? Cliquei lá em cima sem querer...

    Um beijinho:)
    Bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, Isabel! Nunca nada pode ser visto e avaliado, apenas por um único prisma... há sempre que tentar ver um pouco mais além do óbvio, antes de se emitir algum juízo de valor...
      Tag People? Essa agora é que me passou ao lado... não me recordo de ter visto essa expressão... numa altura, que calhe, com mais calma, há-de me dizer onde foi, que apareceu essa expressão... agora até eu fiquei curiosa... se calhar a Isabel descobriu algo, ou alguma opção, que eu ainda nem dei conta...
      Beijinhos! Bom final de semana!
      Ana

      Eliminar
  7. Gostei, Sandra !
    Hoje tenho que ficar por aqui.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora essa, João! Sem qualquer problema...
      Eu é que agradeço, a sua visita, simpatia, amizade, e assiduidade, por aqui...
      Um beijinhos grande...
      Ana

      Eliminar
  8. Olá Ana:
    Mais uma fotografia arrojada, e ótima.
    Quanto as diferentes perspetivas de ver as coisas, estou em prefeito acordo.
    Talvez por estares com essas diferentes perspetivas no teu subconsciente, me trocaste o nome no teu comentário no meu blog RASGAR O SILÊNCIO! :D
    Daí não o ter publicado :D
    O meu nome começa por D sim:
    Mas não sou Daniel! :d

    JINHOS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Diogo!
      Deve ter sido isso mesmo, apenas uma troca de nomes, que nem me apercebi... Por aqui, ocasionalmente também acontece... como até pode constatar do comentário imediatamente anterior ao seu, do João!
      Mas como errar é humano, todos os erros não intencionais, são rapidamente esquecidos...
      Provavelmente, terei consultado o blogue do Daniel Silva, para ver se os comentários por lá deixados em vários posts, já teriam sido publicados, antes de deixar o comentário no seu blogue, Diogo... e porque os nomes começam realmente com a mesma letra, retive o nome do Daniel, sem dar conta... Peço desculpa, pelo facto... prometo ter mais atenção para a próxima... mas como já me conheço um pouco, e sei que sou distraída... provavelmente, numa ou outra ocasião mais às pressas, sem intenção, acabarei por trocar os vossos nomes, inevitavelmente, mais tarde ou mais cedo, novamente... Ou até chamar Diogo ao Daniel...
      Mas enquanto tiver este episódio das trocas de nome na memória, certamente terei mais atenção... se a coisa se repetir... está mais do que à vontade, para me vir aqui puxar as orelhas... ;-))
      Beijos, Diogo! Já deixarei por lá o comentário, no seu blogue... e mais uma vez, as minhas desculpas...
      Ana

      Eliminar
  9. Mas a Fotógrafa acertou
    em cheio na beleza da Primavera...

    Xoxo de aqui dos calhaus
    e um grande e feliz fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desta vez, foi o Jorge, o fotografo de serviço, João... só contribuí com umas palavrinhas...
      Tudo o que seja bicharada, com mais de 4 patas, é com ele... tenho pânico de insectos... até de simples borboletas... Dá para acreditar?... Mas é mesmo assim, João... O que é que eu hei-de fazer?... É palermice... eu sei... mas quando se aproximam de mim estes bichinhos... quem sai voando... sou eu...
      Beijos, aqui da Aldeia do Pinga Aqui, Pinga Ali... está a chegar uma chuvita para o fim de semana...
      Bom fim de semana, João!
      Ana

      Eliminar
  10. Ana, estou na brinca :D
    Não tens que te justificar tanto!
    Quem já está a ficar embaraçado sou eu, com um simples e banal engano.

    JINHOS

    Espera lá:
    De castigo quero que tires uma fotografia a um Leúfalo e a um Gambuzino.
    Ok? :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um Leúfalo e um Gambuzino?... Ai, Diogo!... Tenho a impressão, que a minha maquinita nunca mais recuperaria, se eu tirasse uma foto ao Passos e ao Portas... eles já me conseguem estragar a disposição... só de os ouvir, quanto mais se os vir de perto para lhes tirar um retrato...
      Nah!...
      Eu prometo que me porto bem... como a sopa toda... e nunca mais lhe chamo nome nenhum... que não comece pela letra D... isso acho que consigo prometer ;-P
      Beijos, Diogo!
      Bom fim de semana!
      Ana

      Eliminar
  11. São tantas as perspectivas de um mesmo sentir que só nos resta tirar proveito daquelas que se encaixam mais nas nossas vidas.
    As borboletas são essas que encaixam bem aos meus olhares e me fogem a cada voada... rs
    Gosto quando alguém como o Jorge consegue capturar uma assim tão linda!
    abraços aos dois

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, Lis! Mas é incrível, como por vezes uma ligeira mudança de disposição, é o suficiente, para vermos tudo à nossa volta de maneira diferente... o simples facto de estarmos de mau humor, ou pessimistas... é o que chega, para mudar a forma como olhamos para tudo, e todos...
      Borboletas... sou incapaz de me chegar perto delas... elas assustam-se comigo... e eu assusto-me com elas...
      O Jorge? Não sei como ele consegue... acho que é um hipnotizador de borboletas... ;-)) mas o facto, é que estes bichitos, não se assustam com ele, e fazem pose... para meu espanto...
      Beijos e abraços nossos... bom fim de semana, Lis!
      Ana

      Eliminar
  12. Ana, vamos então combinar fazer um safári à selva da assembleia da república, e vocês fotografam e eu abato.
    Uma certeza tenho, só de abutres eram necessários 5 camiões tir.

    JINHOS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes, Diogo, acho que quanto mais se mexe no que não presta... mais moscas se levantam...
      Cada vez, que um deles sai de cena... mais de meia dúzia estão prontos para ocupar o lugar desse mesmo... que continuará a fazer o que não deve... na obscuridade...
      Pelo menos, lá já sabemos onde eles estão... a fazer o que sabem fazer melhor... e quando a coisa lhes corre mal... eles próprios tratam de se eliminar, e acusar uns aos outros... ou não fossem eles todos uns belos abutres... mas nem para eles são bons... quando um não come a horas... tratam de ventilar o que não presta, de outro... para reduzir a concorrência...
      Uma coisa é certa... são uns belos animais... melhor ficarem lá no Zoo deles...
      Beijos. Bom domingo!
      Ana

      Eliminar
  13. excelente foto... bonitas cores, detalhes fantásticos e bom foco/profundidade de campo!
    realmente devemos olhar para as coisas e outras pessoas de várias perspectivas... evita julgamentos precipitados! mas se olharmos para os nossos governantes de várias perspectivas, chegamos a conclusão que em todas elas não há nada que se aproveite!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui!... Desses então... quanto mais olhamos para o que eles fazem... mais enterrados ficamos... e aterrados, também... eu já nem os vejo é bem, à minha frente...
      A m... é toda igual... só vão mudando as moscas...
      Muitíssimo obrigada, Paulo!
      Abraço
      Ana

      Eliminar
  14. Uma oportunidade, um olhar... uma foto mágica.
    Vemos as coisas de forma única e nenhum de nós pode dizer-se certo. Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Marilene!
      E infelizmente, é mesmo verdade... vemos as coisas apenas com a nossa forma de olhar... porque a maioria de nós, não se sabe colocar no lugar dos outros... para ver as coisas por outros ângulos... assim tudo fica bem mais fácil... e o mundo está, como já é... por vezes, um lugar pouco agradável de se frequentar, onde a indiferença, a inconsciência e o egoísmo predominam...
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  15. Parabéns ao Jorge.
    Muita sensibilidade.
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Jéff!
      Só o Jorge, consegue estas imagens... eu tenho pânico de insectos... até de borboletas... dá para acreditar?...
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  16. Não aacredito, Ana, medo de uma borboleta? Não pode ser, ainda para mais esta é lindíssima!:))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é verdade, GL!...
      Porquê?... Não sei explicar... mas quase todos os insectos, dão-me calafrios... principalmente, os que voam na minha direcção... borboletas, inclusivé...
      Decididamente, tudo o que tenha mais de quatro patitas, asas, e antenas, e que se me chegue mais perto... faz-me desejar voar... dali para fora...
      Que se há-de fazer?...
      Beijos
      Ana

      Eliminar