terça-feira, julho 25, 2017

Giving up it is not an option...

Fotos de flores. / Flower photos.

Vivemos tempos confusos e exigentes, plenos em recursos e oportunidades... e ainda assim, abundantes em clivagens e disparidades. Proporcionando igualmente, em geral pelo mundo, crueldade, indiferença e impunidade... com que facilmente nos confrontamos, e conformamos... talvez por se considerar já, ser essa a nova normalidade...
Na Venezuela... ainda há pessoas que não se conformam... e estão dispostas a morrer nas ruas, arriscando as suas vidas, protestando e lutando pela reconquista da liberdade e da democracia, todos os dias...
Num país mergulhado no caos... uma jovem tenta levar uma vida normal e feliz... no meio de tanta adversidade...
Venham conhecer o seu blogue...
Aqui fica a minha sugestão musical de hoje... Annie Lennox - Why.
Foto de Ana Freire.
"O que determina o carácter de uma pessoa, não são os erros cometidos. É a forma como transformamos esses erros, em lições, em vez de desculpas." (COLLEEN HOOVER, in IT Ends With Us. Uma belíssima partilha, da Sakuranko do blogue Sakuranko).
Vivemos tempos confusos e exigentes, plenos em recursos e oportunidades... e ainda assim, abundantes em clivagens e disparidades. Num país mergulhado no caos... uma jovem tenta levar uma vida normal e feliz... no meio de tanta adversidade... / We live in confusing and demanding times, full of resources and opportunities... and yet, abundant in cleavages and disparities. In a country plunged into chaos... a young woman tries to lead a normal and happy life... in the middle of so much adversity...
Desistir, não é opção... / Giving up, it is not an option...

"What determines a person's  character aren't the mistakes we make. It's how we take those mistakes and turn them into lessons rather than excuses." (COLLEEN HOOVER, in It Ends With Us. A beautiful sharing from Sakuranko, from the blog 
Sakuranko).
We live in confusing and demanding times, full of resources and opportunities... and yet, abundant in cleavages and disparities. Providing also, in general, all around the world, cruelty, indifference and impunity... to with which we easily confront ourselves, and conform... perhaps because this already is considered by us, the new normality...
In Venezuela... there are still people who do not conform themselves with such a thing... and are willing to die, in the streets, risking their lives, protesting and fighting for the reconquest of freedom and democracy, every day...
In a country plunged into chaos... a young woman tries to lead a normal and happy life... in the middle of so much adversity...
Come, and meet her blog... the link is above.
Here it stays, my musical suggestion for today... Annie Lennox - Why. (See the link above too, on this post).
Photo by Ana Freire.


sexta-feira, julho 21, 2017

Seeing...

Fotos de animais. / Animal photos.

A estupidez... é como a linha do horizonte... infinita!
A inteligência tem limites.
A estupidez é absolutamente incapaz de os reconhecer...
Aqui vos deixo, a minha sugestão musical de hoje... Chris Rea - I'm Taking The Day Out.
Foto de Ana Freire.
"A estupidez coloca-se na primeira fila para ser vista; a inteligência coloca-se na retaguarda para ver". (BERTRAND RUSSELL, 1872 - 1970. Uma belíssima partilha de M.D. Roque, do blogue A contar vindo do céu).
A estupidez... é como a linha do horizonte... infinita! A inteligência tem limites. A estupidez é absolutamente incapaz de os reconhecer... / Stupidity... is like the horizon line... infinite! Intelligence has limits. Stupidity will never know them...
Vendo... / Seeing...
"Stupidity stands in the front row to be seen, intelligence stands in the rear to see." (BERTRAND RUSSELL, 1872 - 1970. A great sharing from M.D. Roque, from the blog A contar vindo do céu).
Stupidity... is like the horizon line... infinite!
Intelligence has limits.
Stupidity will never know them...
Here it stays my musical suggestion for today... Chris Rea - I'm Taking The Day Out. (See the link above, on this post).
Photo by Ana Freire.


terça-feira, julho 18, 2017

Growing tranquility...

Fotos de paisagem humanizada. / Humanized landscape photos.

É assim que te fecho nos meus olhos... numa tranquilidade crescente... para te melhor sonhar...
Aqui fica a minha sugestão musical de hoje... Schiller & Moya Brennan - Falling.
Foto de Jorge Gonçalves.
"O sol caminha devagar mas atravessa o mundo." (PROVÉRBIO AFRICANO).
olhos... numa tranquilidade crescente... para te sonhar melhor... / This is how I close you in my eyes... inside a growing tranquility... to dream you better...
Tranquilidade crescente... / Growing tranquility...

"The sun moves slowly but it crosses the world." (AFRICAN PROVERB).
This is how I close you in my eyes... inside a growing tranquility... to dream you better...
Here it stays my musical suggestion  for today... Schiller & Moya Brennan - Falling. (See the link above, on this post).
Photo by Jorge Gonçalves.


segunda-feira, julho 17, 2017

Fragances, flavors and affections...

Fotos de objectos. / Objects in photos.

Há palavras, tão plenas de aromas, sabores e emoções... que facilmente nos transportam, no tempo e no espaço... para outros trajectos e percepções...
Aqui vos deixo o link, com a minha sugestão musical de hoje... Valdi Sabev - Perfect Day.
Foto de Ana Freire.
"Sempre foste assim. Queres saber entender, fazer, numa vontade sem pausas, sem limites, sem fronteiras, como se tudo dependesse de ti, como se a química da vida, por mais delicada, estivesse ao teu alcance. 
Admiro, à distância, a tua perseverança, essa crença extraordinária, por mais que caias, esse dom, capaz de dobrar qualquer cabo, de nos fazer acreditar na existência de milagres. Sabes, uma parte de mim, continua sensível ao desejo de embarcar, mas a outra filtrada em mil andanças, há muito descobriu o prazer do silêncio bordado no canto das aves.
Continuo a observar-te, pelo canto do olho, enquanto trato das minhas plantas. Um dia destes, estou certo, irás atracar na minha horta, porto de abrigo onde as ondas, delicadas como os pássaros, vêm debicar na palma da nossa mão." (AC, do blogue Interioridades).
Há palavras, tão plenas de aromas, sabores e emoções... que facilmente nos transportam, no tempo e no espaço... para outros trajectos e percepções... / There are words, full of fragrances, flavors and affections... that easily transport us, in time and space... to other journeys and perceptions...
Aromas, sabores e emoções... / Fragances, flavors and affections...

"You were always like this.You always wanted to know, to do, in a will without pauses, without limits, without borders, as if everything depended on you, as if the chemistry of life, however delicate, it's like had been in your power, all the time.
 
I admire, from a distance, your perseverance, that extraordinary belief of yours. No matter how you fall, your gift, allows you to bend any Cape, making us believe in the existence of miracles. You know, one part of me, remains sensitive to the desire to board, but the other part filtered in a thousand wanderings, long ago found the pleasure of silence embroidered in the birds singing. 
I continue to watch you from the corner of my eye as I deal with my plants. One of these days, I'm sure, you'll dock in my garden, a shelter harbor where the waves, delicate as birds, come to peck in the palm of our hand. " (AC, from the blog Interioridades).
There are words, full of fragrances, flavors and affections... that easily transport us, in time and space... to other journeys and perceptions...
Here it stays the link, with my musical suggestion for today... Valdi Sabev - Perfect Day. (See the link above, on this post).
Photo by Ana Freire.