domingo, julho 22, 2018

In our own essence...

Selfies.

Somos na nossa essência... essencialmente memórias!...
E a minha sugestão musical para hoje, aqui fica... A.M.A. - Amanhã.
Foto de Ana Freire.
"Não é destino
é a Vida uma linha
traçada no infinito
universo de ti
cada um a traça em si
da sua própria substância
faz tudo
para ser(es) feliz.

É isto, faz!"
(HAJOTA, do blogue... O Mundo é Grande).

Somos na nossa essência... essencialmente memórias!... / We, in our own essence... are essentially memories!...
Na nossa essência... / In our own essence...

"It's not destiny
it's life a line
drawn at the infinity
universe of you
each one draws it in theirself
of its own substance
doing everything
to be happy.

That's it, do it!"
(HAJOTA, from the blog... O Mundo é Grande).

We, in our own essence... are essentially memories!...
And for today, here it stays my musical suggesttion... A.M.A. - Amanhã. (See the link above, on this post).
Photo by Ana Freire.


132 comentários:

  1. Buenos reflejos, en el que podemos apreciar tu buena figura.

    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ventana, pelas suas simpáticas palavras!
      Fico feliz, sabendo que apreciou esta nossa imagem... um pouco diferente do habitual, por aqui...
      Beijinho! Bom final de domingo e uma excelente semana!
      Ana

      Eliminar
  2. Memórias que nos permitem um balanço na nossa existência!
    Ana ... o som é lindo bem como o olhar!!!
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Graça... memórias... que se vão perdendo nas ruas de Lisboa... e que é um dó de alma assistir... esta semana, fui-me despedir de mais um espaço tão conhecido, em plena Baixa de Lisboa... e que está prestes a fechar, no final deste mês... tudo está a mudar rapidamente, em nome do turismo... mas, curiosamente... não para melhor...
      Que bom, constatar, que apreciou as nossas escolhas!
      Beijinho! Bom final de domingo!
      Ana

      Eliminar
    2. Ana ... BOAS FÉRIAS!
      Eu ... na reforma ... sinto-me quase sempre em férias com os pequenos passeios que dou!!!
      Esta semana foi complicada pois tenho a filhota hospitalizada com uma bactéria no intestino e embora em boa recuperação ... ainda não está totalmente livre de perigo!!!
      bj

      Eliminar
    3. Mais uma vez, muitíssimo obrigada, Graça, pela sua atenciosa presença... tanto mais, nesta altura meio problemática!
      Espero que sua filha, já se encontre melhor, entretanto... alguma intoxicação alimentar, provavelmente, não?...
      Desejo que tudo corra pelo melhor... e que rapidamente receba notícias animadoras, Graça!
      Um beijinho grande! E tudo de bom!
      Ana

      Eliminar
  3. Selfies históricas em Lisboa bem podia ser o título de um livro, Ana !

    Gostei de te "rever".

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas pelo andar da carruagem... as casas mais históricas, aqui na Baixa de Lisboa, em termos de comércio tradicional... estão rapidamente em declínio!...
      Esta semana, fui dizer adeus a um espaço, que conheci toda a minha vida, em Lisboa... a Pastelaria Suiça... talvez não fosse nada de especial, comparada com outras... mas sempre esteve ali... e já fazia parte do Rossio... pelo menos para mim... e para outras gerações bem mais velhas... que ao que parece... também estão a perder os seus lugares de morada em Lisboa... duma forma... praticamente compulsiva...
      Muito obrigada, João, pela simpatia de sempre!
      Beijinho! Bom domingo, e votos de uma excelente semana!
      Ana

      Eliminar
  4. Bom dia, querida amiga Ana!
    Que linda mensagem e imagem refletida no espelhado da vitrine!
    O Amor é a substância do nosso viver... nossa essência...
    Tenha dias felizes e abençoados!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Roselia!... É a essência principal... mas que parece andar tão ausente... e de tanta gente...
      Muitíssimo obrigada, pela sua atenciosa e carinhosa presença!
      Beijinho! Votos de uma feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Um vídeo que dá que pensar... nos contrastes do mundo... com um agradável som, que nos parece embalar... Fico super feliz, que tenha apreciado a nossa escolha musical, para hoje!...
      Beijinhos! E uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  6. Gostei do poema e a foto está muito gira!

    Beijinhos e um bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De vez em quando, dá-me para experimentar... esta dupla visão... misturando o interior com o exterior... que as montras das lojas, por vezes permitem...
      Muito obrigada, Isabel, pela atenção e simpatia!
      Beijinhos! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  7. Linda verdade...somos memorias e taaaantas! Bjs praianos, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Chica! Somos mesmos colecionadores de memórias, à medida que o tempo passa...
      Muito obrigada, pela atenção e carinho de sempre... para mais, em tempo de férias!...
      Beijinho! Votos de continuação de boas férias... e dias super felizes!...
      Ana

      Eliminar
  8. Um post bem legal e reflexivo! Efeitos muito especiais na foto...
    Que a nossa essência seja bela e formosa... Sim, que o reflexo da nossa alma possa trazer ao mundo exterior esplendores imensos...
    Bom sábado. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um post... sob o efeito nostálgico... de ver desaparecer mais um estabelecimento comercial, de tantos anos na nossa Lisboa... que está a mudar rapidamente... mas não necessariamente para melhor, infelizmente...
      Muitíssimo obrigada, Anete, pela sua atenciosa e carinhosa presença, bem como pelas suas reflexivas e ponderadas palavras, que tanto aprecio!
      Um beijinho grande! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  9. Olá, querida Ana, comecei pelo belo vídeo que dá o que pensar, nas entrelinhas vamos nos identificando com algumas coisas... A foto é arte a arte refletida na vitrina, muito criativa, bem, nisso você é mestre! E o poema muito verdadeiro, precisamos de tão pouco para sermos felizes, no entanto complicamos muito, sempre almejamos mais, mais... Parece que não sabemos descomplicar as coisas.
    Sou seguidora do blog 'O Mundo é Grande'.
    faz tudo
    para ser(es) feliz.


    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um vídeo que com alguma suavidade, nos mostra algumas realidades preocupantes, deste nosso mundo... ainda que de uma forma bem leve...
      A foto... de vez em quando, gosto de experimentar este mix de in/out com uma vitrina pelo meio... ou montra, como por cá dizemos... pois costuma proporcionar um efeito meio inesperado... :-D
      O poema... linear... de uma forma sublime e abrangente, e muito especial... que o Agostinho atenciosamente, me deixou, num dos seus comentários, por aqui, há algum tempo atrás... de facto, precisamos de bem pouco, para sermos felizes... mas muito poucos se lembram disso...
      O espaço do Agostinho... sempre muito especial... para além do seu talento poético, com uma apurada selecção também... de poemas de outros autores... e de tantas obras de arte, que por lá sempre vou descobrindo, e apreciando...
      Muitíssimo obrigada, Tais, pela sua gentileza de sempre!
      Um beijo imenso! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  10. Boa tarde, Ana!
    Muito boa a tua sugestão. Tanto musical como do blogue!!

    Especial... Por ti, do resto do mundo desistiria. [ Poetizando e Encantando.]

    Beijos e um excelente fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Cidália, pela atenção e simpatia de sempre!
      Que bom, saber que as nossas escolhas foram do seu agrado!
      Beijinho! Votos de uma excelente semana!
      Ana

      Eliminar
  11. Gosto do reflexo. Na nossa essência somos espelho para os outros. Temos de bem fazer a nossa própria linha.

    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderia concordar mais, com as suas palavras, Fá!...
      E acima de tudo, o que importa, é continuarmo-nos a reconhecer, no que vemos de nós espelhado... algo de que muitos se perdem, durante o seu próprio percurso...
      Beijinho! Grata pela sua simpática presença, e considerações, que muito aprecio!
      Ana

      Eliminar
  12. Gostei da fotografia com os reflexos.
    Uma bela sugestão musical.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Francisco, pela amável visita e comentário!
      Um grande abraço! Votos de uma excelente semana, para todos aí desse lado!...
      Ana

      Eliminar
  13. Beautiful reflexion, image and words:)
    Best regards!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, Robert, for your kind words and visit!
      All the best! Have a nice week ahead!
      Ana

      Eliminar
  14. Sem memória não somos nada… Uma fotografia excelente e um pedacinho do poema do Agostinho que diz tanto sobre as nossas escolhas nesta vida tão breve…
    Um bom fim de semana, Ana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Graça... e por isso me custa tanto ver as memórias de outros tempos, rapidamente desaparecerem da face da nossa Lisboa... Pastelaria Suiça, e a Casa Frazão... mais dois espaços comerciais, de tantos anos, que sucumbiram... perante a onda turística, que varre a Baixa de Lisboa... apagam-se as memórias... em nome de quem passa pelo nosso país, meia dúzia de dias... se tanto...
      Muitíssimo obrigada, pela gentileza de sempre, e pelas suas preciosas considerações, que tanto aprecio e admiro!
      Beijinho! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  15. obrigada pelo comentário <3
    o jogo de reflexos ficou lindo nesta foto :D

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom, saber que gostaste!...
      Grata eu, pela tua presença e simpatia!
      Beijinhos, Inês! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  16. O mundo é grande e muito bonito quando reflite numa reflexão duma reflexão duma outra reflexão grande.Ah!Que bonito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :-)) Uma grande reflexão sua, Alfacinha... que nos deixa a reflectir!...
      Possamos nós sempre reflectir as coisas boas, em nós e nos outros... e este nosso mundo, ficaria tão maior... em solidariedade e humanidade...
      Muito obrigada, Alfacinha, pela atenção, bom humor e simpatia de sempre!
      Beijinhos! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  17. Hi Ana.

    Nice original photo.

    Groettie from Patricia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, Pat!
      I'm so glad, that you had liked it!
      Kisses! Have a nice week!
      Ana

      Eliminar
  18. Êlááááááa
    reflexos bem bonitos -.*)

    Bom e feliz Domingo
    boas ondas e beijinhos de aqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reflexos, de uma das poucas casas tradicionais, que ainda vão restando na Baixa... já que mais duas desapareceram, desde a última vez, que tinha passado por lá... nesta última vez, fui-me despedir de uma Pastelaria, que sempre conheci, ali no Rossio... a Suiça!... Vai fechar no fim deste mês... e a mim, vai-me deixar imensas saudades!... :-( Foi um dó de alma, ver o ar cabisbaixo, das pessoas que por lá, ainda vão ficar até ao fim do mês...
      Muito obrigada, João, pela simpatia de sempre!
      Beijinho! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  19. Bom dia. Adorei a tua sugestão da publicação em geral. Parabéns.

    Hoje:-{B-C Poetizando} Rodopiando em delírio.

    Bjos
    Votos de um óptimo Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Larissa!
      Que bom saber que as nossas escolhas, agradaram aí desse lado!...
      Beijinho! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  20. A vida também é feita de memórias.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos eternos coleccionadores de memórias...
      Muito obrigada, Isa, pela tua presença e simpatia!
      Beijinhos! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  21. Gosto do reflexo.
    O que seríamos de nós sem as nossas memórias!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Elisabete! As memórias, são o nosso jardim mais secreto...
      Muito obrigada, pela simpatia de sempre!
      Beijinho! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  22. Tudo lindo. Recordações quem as não tem?
    .
    * Olhares e Deslumbres - poetizando *
    .
    Desejando um domingo feliz.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As recordações, são a prova, do que já vivemos...
      Muito obrigada, Nataline, pela tua simpática presença!
      Beijinho! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  23. Olá, Ana!
    Sim, somos essencialmente memórias, mas também e felizmente, projetos que nos impulsionam para a frente, para o amanhã. O "agora" é fugaz, como rio que flui e o que é, já era. Daí a grande dificuldade(impossibilidade?) do "agora". Tudo isto a nível teórico, quando se pretende sistematizar a permanente dinâmica da vida. Se por um lado não podemos escapar à formatação que o passado em nós grava, por outro, se atentos e focados, usufruiremos da permanente mobilidade e desafio que cada dia/ hora/ minuto/ segundo representa(m).

    Já em férias?
    Que aproveite intensamente.

    Beijo grande da Nina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Nina... somos passado em memórias... futuro em projectos e sonhos, e presente em vivências e emoções...
      Contudo, este post, foi pensado mais numa lógica saudosista... por no dia anterior, ter passado na Baixa de Lisboa, e ter constatado que mais dois espaços de comércio tradicional, sucumbiram perante a lógica de mudança repentina, a que se vai assistindo... visando unicamente o turismo... e fazendo desaparecer o que é nosso... e que deveria ser mantido...
      Pelo que a minha selfie... reflecte uma das poucas lojas, mais tradicionais, que ainda vai resistindo, na Rua Augusta... a esta onda de mudança... que vai matando o que é nosso, e com alguma história... aos poucos...
      Férias... nos primeiros dias de Agosto... está quase!!! :-))
      Muito obrigada, Nina, pela sua atenciosa e carinhosa presença, bem como pelas suas preciosas considerações, que tanto aprecio!
      Beijinhos! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  24. Amei o poema e a foto espetacular!
    Feliz domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Lucia!
      Que bom, constatar que apreciou as nossas escolhas!
      Beijinhos! Votos de uma óptima semana!
      Ana

      Eliminar
  25. Sem dúvida que somos essencialmente memória que diariamente vai crescendo.

    A original foto é de uma beleza rara!
    Adorei o fundo musical!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos a soma do nosso presente... com o passado, que de facto, vai crescendo diariamente...
      A imagem... um reflexo de uma das raras casas de comércio tradicional, na Rua Augusta, que ainda se vão aguentando... já que na semana passada, constatei que a Casa Frazão, já fechou... e a Suiça, vai fechar no fim do mês... é triste, ver Lisboa a mudar tão rapidamente... e a ficar cada vez mais descaracterizada, perdendo uma a uma, as suas lojas mais emblemáticas... e com alguma história... :-(
      Muitíssimo obrigada, Elisa, pela sua presença, simpatia, e palavras que tanto incentivo, sempre nos deixam...
      Beijinho! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  26. Comentei e não vejo o meu comentário. Voltarei para verificar e se não estiver, voltarei a comentar.

    beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já aqui está, Elisa!... Os comentários por aqui, são moderados, pelo que nem sempre tenho oportunidade, de os deixar logo por aqui... por isso, Elisa, não se preocupe, se não os vir logo a seguir!
      Imensamente grata, pelo seu cuidado e atenção!
      Um beijinho grande!
      Ana

      Eliminar
  27. Bem vinda,Anna!Bonita publicação.Obrigada pelo seu carinho em meu pequeno blog!Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata eu, pela sua imensa simpatia, Maristella!...
      Publicando... antes de deixar o meu último post antes de férias... embora esteja a pensar deixar alguns posts programados, para poderem ser revisitados, enquanto estivermos ausentes... e que até deverão ser novidade, para os nossos seguidores mais recentes... :-))
      Que bom, saber que a nossa postagem, foi do seu agrado!
      Um beijinho grande! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  28. El mundo es grande, es cierto pero es a la vez, muy pequeño porque todo el mundo cabe dentro de un ser humano.
    La fotografía resulta muy interesante y es curiosa la técnica empleada parece una superposición de imagen o, quizá<s, un disparo múltiple?

    Feliz semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Franziska... manter-se um espírito aberto... é a melhor forma de não nos fechar-mos ao mundo... e descobrir muitos outros mundos dentro de nós... por se ter a generosidade suficiente de os descobrir e aceitar... adorei esta sua leitura alternativa, da imagem!...
      A imagem... parece uma sobreposição... mas de facto, é um mero reflexo numa montra de um estabelecimento comercial... no caso, um dos mais antigos, que ainda vai continuando aberto ao público, em plena Baixa de Lisboa...
      Muito obrigada, Franziska, pela sua simpática presença e comentário!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  29. Respostas
    1. Thank you so much, dear Christine! I'm so glad, that you had liked it!
      Kisses! Have a nice week!
      Ana

      Eliminar
  30. Uma canção eloquente com uma música de uma suavidade tocante.
    Sigo o blogue do Agostinho desde o início... A conclusão do
    seu poema devia ser um lema para a humanidade, desde que os
    homens tenham consciência do que é a verdadeira felicidade.
    A foto está muitíssimo interessante.
    Aqui encontro sempre a essência bom gosto.
    Ótima e excelente semana.
    Beijinhos, estimada Ana.
    ~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Majo, pela sua imensa amabilidade!
      Fico super contente, sabendo que as nossas escolhas, por aqui, merecerem o seu agrado!
      Beijinhos! Desejando-lhe a continuação de uma excelente semana...
      Ana

      Eliminar
  31. Respostas
    1. Thank you so much, Anne!
      Have a nice week! I hope your father already feels a lot better, by these days...
      Kisses
      Ana

      Eliminar
  32. Olá Ana. Adorei a tua publicação. Como sempre brilhas:))

    Hoje:-{B-C Poetizando} Rodopiando em delírio.

    Bjos
    Votos de uma boa noite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata uma vez mais, pelo incentivo e simpatia, Larissa!
      Beijinho! Continuação de uma excelente semana!
      Ana

      Eliminar
  33. Boa Semana
    deixo eu de aqui dos Calhaus
    inspiradores -.`)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, João, pela atenção e simpatia de sempre!...
      Beijinhos daqui, da Aldeia das Flores...
      Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  34. Gostei do poema e da melodia. A foto está muito interessante.
    Não conheço o blogue referido tenho que ir lá dar uma olhada.
    Muito obrigada pelas vistas aos meus cantinhos.
    Deixo-lhe um link, para conhecer melhor aquela zona
    https://www.vortexmag.net/8-razoes-para-apanhar-o-barco-para-o-barreiro/
    Um abraço e boa semana.

    R: Pode publicar o que quiser quando quiser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Elvira, pela atenção e simpatia!
      Logo mais, com um pouquinho mais de tempo, vou então espreitar o link, que me deixou... e aconselho vivamente, a espreitar o inspirador espaço, do Agostinho, que tenho a certeza, irá apreciar!
      Um beijinho grande! Desejando-lhe uma feliz e inspirada semana!
      Ana

      Eliminar
  35. Ana,

    Gostei da reflexão, bem profunda. Estamos sempre em busca da felicidade - mas será que (como sociedade) a estamos procuramos no lugar correto? A imagem diz tudo...

    Boa semana,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando não a encontramos dentro de nós... muito dificilmente, a encontraremos, em qualquer outra coisa ou lugar...
      Muitíssimo obrigada, Simplicidade, pela sua gentil presença, pertinentes considerações, que tanto aprecio, e pelo incentivo, que sempre nos deixa!
      Beijinhos! Votos de continuação de uma óptima semana!
      Ana

      Eliminar
  36. Ana, eu amo fotografia.
    E gosto de ficar fotografando o cotidiano, as coisas que vou encontrando pelo caminho, pela vida.
    Só tenho fotografado por um dos celulares.
    Raramente, uso minha Máquina fotográfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E subentende-se porque não usa a máquina, mais vezes, Liliane...
      Também gosto de tirar fotos, que se enquadrem dentro dos temas, que por aqui, vou deixando... ou que me inspirem futuramente, para os passar para uma tela... de preferência, sempre algo com um teor bem leve e simples... porque para pesado... já basta o mundo... com todos os seus problemas...
      Grata pela atenção, e simpatia de sempre, Liliane!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  37. Respostas
    1. Muito obrigada, Isabel! És uma querida!
      Que bom, saber que gostaste! Beijinhos! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  38. Memórias sempre presentes... :-)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma colecção delas... sempre a crescer, diariamente...
      Muito obrigada, HD, pela tua presença e simpatia habituais!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  39. Excelente post! A fotografia está o máximo, belo poema,na verdade de pouco precisamos para ser felizes, o vídeo muito interessante.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Amélia, pela sua presença e simpatia!
      Fico feliz, pela publicação ser do seu agrado!
      Beijinhos! Desejando-lhe a continuação de uma excelente semana...
      Ana

      Eliminar
  40. Que foto interessante. Somos as nossas memórias, nosso presente e nossos sonhos. Bela escolha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço minhas as suas palavras, Érika! Não poderia mesmo, estar mais de acordo!
      Que bom, que apreciou esta nossa postagem!...
      Um beijinho grande! Desejando-lhe uma feliz semana!...
      Ana

      Eliminar
  41. Uma foto mágica com reflexos que sempre me intrigam e encantam. Um belo poema que fala na grandeza do mundo sim, pois na verdade somos cada um de
    nos que o compomos, cada um, a seu modo carregando sua bagagem e compartilhando também saberes. E é tão bacana tentar ser feliz e fazer a felicidade dos outros.
    Que pena ver as portas de lugares que amamos , que fizeram parte da nossa vida, se fechando . Aqui também fomos surpreendidos por estes fatos. E ainda continuamos amedrontados com os rumos da economia. Com tantos problemas financeiros devido as crises, muitos não conseguem se manter. Um grande abraço amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mundo, com as suas rápidas e às vezes mal ponderadas transformações, por vezes... com tantos custos ambientais, humanos, económicos, sociais... tudo o que nos resta... é tentar aproveitar as janelas da oportunidade, e da possibilidade de se ser feliz... com a bagagem que carregamos no nosso interior...
      Grata pela sua gentil presença e comentário, Lourdinha... fico super contente, "vendo" que o conteúdo do post, agradou aí desse lado!...
      Um beijinho grande! Tudo de bom!
      Ana

      Eliminar
  42. beautiful photo! makes me want to hit in the shopping district

    Lyosha
    Inside and Outside Blog and Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Welcome, Lyosha!
      Thank you so much, for your kind words and visit!
      All the best! Kisses!
      Ana

      Eliminar
  43. Boa tarde, bela foto urbana com perfeito reflexo, a musica dos A.M.A é agradável, parece que. desapareceram um pouco.
    Continuação de boas ferias.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, António, pela amabilidade de sempre!...
      É verdade! Este grupo musical de sonoridade tão agradável, parece que desapareceu um pouco, de facto! Esperemos que retornem com outras novidades musicais, em breve!
      As férias... começando apenas nos primeiros dias de Agosto... o que já não faltará muito, felizmente!
      Um grande abraço, António! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  44. Sem dúvida que somos a nossa essência ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E cada vez mais, a nossa bagagem de memórias... que vai crescendo diariamente!...
      Muito obrigada, Rute, pela tua presença e simpatia!
      Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  45. Uma selfie com um "background" de leques, livros e chavenas de café?...hum...gosto...parece-me um bom ambiente pra o "eu" estar :):) Uma selfie muito original e colorida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Lina! Um reflexo de uma das casas mais tradicionais, da Rua Augusta... que por milagre... ainda se vai aguentando!...
      É impressionante, a velocidade a que por ali, vamos assistindo, ao desaparecimento sucessivo, das lojas mais tradicionais... de vários ramos...
      Beijinho! Continuação de uma excelente semana!...
      Ana

      Eliminar
  46. Uma selfie bastante gira e original. Como sempre adorei as tuas palavras, já tinha saudades de passar por aqui!

    https://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Miguel, pela tua presença e simpatia!
      Bom ver-te de volta! Já começava a ficar um pouco preocupada, por não ver novos posts, no teu canto... mas calculo... que tenha sido, por bons motivos!
      Amanhã, com mais tempo, passarei por lá a espreitar as novidades!
      Tudo de bom! Beijinho
      Ana

      Eliminar
  47. Интересно получилось, 2 картинки в одной )) Можно увидеть чем были заняты твои мысли в тот момент ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece duas imagens sobrepostas... mas de facto, trata-se apenas de um reflexo, num estabelecimento comercial, numa das ruas mais emblemáticas, aqui de Lisboa...
      Muito obrigada, pela tua simpática presença e palavras!
      Beijinhos! Desejando-te a continuação de uma óptima semana!...
      Ana

      Eliminar
  48. A foto está gira. Verdade, a vida é feita de memórias. Algumas marcam-nos pela negativa e outras são bem positivas e estas sim, é muito bom mantê-las vivas. Temos que procurar ser felizes nem que seja com as pequenas e simples coisas da vida. Beijinho Ana e desejo-lhe férias felizes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, Sandra! Desde que nascemos... somos eternos coleccionadores de memórias... boas e más... é um facto!
      Grata pela atenção, e simpatia de sempre!
      Um beijinho grande! E até breve!... Tudo de bom!
      Ana

      Eliminar
  49. Olá, Ana,conheço um pouco a boa poesia do nosso amigo Agostinho. Agradeço pela partilha. Gostei muito, Ana, da criativa imagem /arte. O vídeo também está excelente. Parabéns.
    Uma boa continuação da semana.
    Beijo
    Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Pedro, pela sua simpatia e amável comentário!
      Muito bom, saber que as nossas escolhas, continuam agradando, aí desse lado!
      E o espaço do Agostinho... é mesmo um recanto muito especial, e inspirador!
      Beijinho! Tudo de bom, por aí para vocês!... E até breve!
      Ana

      Eliminar
  50. Hoje passei por cá espe rando ver na porta o aviso " encerrado para férias ", mas, felizmente consegui entrar e admirar esta bela foto e pensamento. A vida é, sim, uma linha que temos de percorrer; nem sempre ela é reta nem lisinha e , de vez em quando , nos aparece na frente uma curva muito fechada e muitas vezes um precipício que nos leva abaixo. Mas...colocaram-nos nessa vida sem que o pedissemos e com a obrigação de percorrer essa linha da melhor maneira possivel, fazendo tudo para sermos felizes e também para contribuirmos para o bem estar dos que estão perto de nós. Tarefa nada fácil, mas que deve ser tentada todos os dias. Obrigada, Ana e umas boas férias. Um beijinho
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei as suas palavras, sobre a vida, Emília... com as quais concordo em absoluto... sem tirar nem por!... :-)
      Pois é!... O encerrado para férias... ficou no post a seguir!... :-))
      Grata pela atenção e simpatia de sempre, Emília!
      Um beijinho grande! E até breve!
      Ana

      Eliminar
  51. Interessante foto, o, os reflexo(s).
    É na rua Augusta?
    Compraste um leque? Bem que daria jeito por estes dias.
    Bjs

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo na Rua Augusta... numa das poucas casas de comércio tradicional... que admiravelmente ainda vão resistindo, a estes tempos de mudança, que por ali se assitem...
      Os leques... estão na montra de uma casa que vende chás e cafés... de lotes seleccionados... mas que certamente serão um sucesso, junto dos turistas acalorados, que chegam ao nosso país, nesta altura... a piada... é que este ano, tem havido temperaturas nos países nórdicos, mais altas, do que aqui, pelas latitudes da Ibéria... :-))
      Enfim! Até o tempo... anda apanhado do clima!... :-P
      Mas como parece que vêm aí uns dias escaldantes... comprova-se que estes leques, sempre dão imenso jeito, ter por perto, por estes dias...
      Grata pela tua presença e simpatia de sempre!
      Beijinho!
      Ana

      Eliminar
  52. Boa tarde, Ana
    Sem qualquer sombra de dúvida: somos, essencialmente, memórias!
    O que seria de mim - de todos nós... - sem memórias? Eu... vegetaria, com toda a certeza.
    ADOREI o vídeo. Bom em todos os aspectos: música, poema, imagens... e mensagem.
    Uma selfie muito, muito interessante!

    RE: Muito obrigada pelo seu cuidado. Infelizmente a minha visão continua bastante deficitária... O "tubinho" que o oftalmologista "implantou" com a primeira injecção demora a ser reabsorvido, no mínimo, três meses. Como o processo teve início no dia 21 de Junho... ainda vou ter que "sofrer" até finais de Setembro.
    Enfim, se resultar dou-me por feliz :)))

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Mariazita... as memórias, provam que a vida não nos passou despercebida... nem para nós... nem para outros... que delas fazem parte...
      Não tinha conhecimento desse procedimento, Mariazita... pelo que achei que o efeito fosse mais rápido... mas assim sendo... há que ter paciência, e ficar a aguardar mais um tempinho, pelo efeito desejado!
      Que tudo corra pelo melhor, é o que mais lhe desejo!
      Beijinho! Grata pela atenção e simpatia de sempre, Mariazita! E estimando a continuação da sua boa recuperação...
      Ana

      Eliminar
  53. Hello, Ana! Very urban picture! I love the idea, it looks so unique while those fans are mixed with your shadow. Here in Poland is quite hot, that I use a fan... Have a nice evening!Beijinhos :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, dear Claire, for your kind words and visit!...
      Finally, the hot days are coming here to our country... with a month and a half of delay...
      A big kiss! All the best!
      Ana

      Eliminar
  54. Una linda foto y como siempre una gran inspiración. Me gustan esos mensajes que me llegan!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Sakuranko, pela tua presença, simpatia... e palavras, que tanto incentivo nos transmitem!
      Beijinho! Até breve!
      Ana

      Eliminar
  55. "De repente ficou mudo / foi-se o encanto de tudo". E lá se vai agora a Pastelaria Suíça, em nome de um turismo... Será? É isso, Ana, às vezes não se pode ter tudo. A vida é assim é mesmo: um perde e ganha. Mas Lisboa permanecerá sempre encantadora para os seus admiradores.
    Quanto ao poema de Agostinho, estamos diante da experiência de um poeta que sabe transfigurar uma experiência pessoal na experiência de todos os homens. De alguma modo, já vivemos ou viveremos essa emoção, ou uma emoção dessa mesma natureza, dessa mesma raiz.E ele sabe o que diz. E mais do que isso sabe como dizê-lo!
    E a fotografia é fulguração implícita do poema de Agostinho, é o peso do mundo sobre o olhar da artista, é o "abismo por onde se encurtam as distâncias". É o ato de revelação, da coisa revelada, iluminada pelo poema. Em ambos, na poesia e na fotografia, tateamos no escuro da linguagem... Enfim, para compreendermos tudo que diz em ambas precisamos acender a luz para que não percamos nenhum detalhe!
    Beijinhos, Ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, José Carlos... pelas suas palavras... e pela leitura da imagem... que muito me sensibilizou!...
      É um facto, que se assistem a mudanças muito rápidas, aqui na Baixa de Lisboa... do ponto de vista urbano... e social... e tais mudanças, não estarão a ser devidamente acauteladas... nem para benefício dos próprios turistas... pois por este andar, pouco vêem do tradicional comércio de outrora... para apreciarem lojas, de marcas, que já se encontram espalhadas em qualquer canto do mundo... e o número de lisboetas residentes... neste momento, deverá andar nos mínimos históricos de sempre...
      Adorei a leitura, que o José Carlos, fez do talento poético do Agostinho... cujos trabalhos muito admiro... e este em particular, foi-me deixado num dos seus comentários... pelo que quis destacá-lo, por aqui, nesta publicação...
      Grata, uma vez mais, pela atenção e simpatia de sempre, José Carlos!
      Beijinhos... e até breve! Tudo de bom, por aí!...
      Ana

      Eliminar
  56. Grata pela sua visita e tão cordiais palavras.

    O mundo é enorme, na sua essência e cotidiano.

    A fotografia, a sua, creio, é o melhor "ingrediente" do post. Invulgar, elegante, bem vestida e distinta, mesmo meia escondidita.
    Eu, capa de revista. Maluqueiras de uma amiga minha, que percebe a potes destas coisas.

    O vídeo tem imagens interessantes, do cotidiano e alg. mto ternas, mas não conseguia a canção, nem o grupo, se é k é grupo.

    beijos, boas férias e arrumações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Céu, pela sua atenciosa presença, bem como pelas suas palavras de apreço e incentivo!...
      A imagem... foi feita nesse dia, debaixo de um sentimento de perda... por constatar, que mais um espaço do comércio tradicional de Lisboa, já havia fechado... e outro... fechou agora por estes dias, em finais de Julho... a tão conhecida pastelaria Suiça... e assim se vê esvaziar Lisboa... das suas gentes, e espírito de outrora... patente também, nas suas lojas mais antigas...
      Quanto ao grupo musical... é um duo, com uma sonoridade muito agradável... mas que de facto, não se deixa ver, neste vídeo, em concreto...
      Beijinhos, Céu! As férias... tardando mais uns dias, em função de uma consulta, da minha mãe, que foi adiada, para daqui a mais uns dias... e já apetecendo... pois o calor à séria... é que estará agora a chegar... e certamente para ficar, até meados de Outubro, como me parece que acontecerá... aliás, como já no passado ano...
      Estimo a continuação de uma boa recuperação das suas mãos, Céu!
      Tudo a correr pelo melhor!... Beijinho!
      Ana

      Eliminar
  57. Sempre tão “ abundantes “ de tanto questionamento , os seus posts, Ana !
    A fotografia está genial . Retalhos que se colam à memória e tudo se vai esvaindo com o tempo e com o fluir dos dias . Tudo se vai mudando em nome de alguma coisa . Substitui- se as pequenas coisas que nos fazem felizes e que nos situam no nosso mundo , por outro mundo novo , em nome de alguma outra coisa . Mas está correria tão louca , vai parar breve ... e tudo pode ficar vazio à espera de novo furacão de turistas ... Que haja evolução , com certeza , mas não “ desconcerto do mundo “ que leva a uma desorientação coletiva .
    Obrigada , minha querida amiga pelas suas sempre tão simpáticas palavras . Creia que são elas que me fazem “correr “ para aqui .
    Sucessivas recaídas me fragilizam . Mas sempre que possa venho matar saudades !
    Um enorme abraço carinhoso , Ana ! ❤️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esvaindo... é mesmo o termo, que melhor caracteriza Lisboa, por estes dias, Manuela... e a que se vai assistindo, um pouco mais, em cada dia... esvaindo-se das suas gentes... pois cada vez, serão menos os residentes lisboetas... tal como o seu espírito de outrora... pois as actividades típicas, e os seus estabelecimentos comerciais mais tradicionais... estão em crescente desaparecimento...
      Imensamente grata, pelas suas palavras, que tanto estímulo e incentivo, nos deixam...
      Lamento, que ainda não se encontre totalmente bem, Manuela... mas espero sinceramente, que seja uma fase, que em breve fique para trás... assim que o seu organismo, se recompor... mas tudo a seu tempo... e no seu próprio tempo... para que não se proporcionem mais recaídas...
      Um beijinho grande... e um forte abraço, Manuela! E estimando a continuação das suas melhoras!...
      Tudo a correr pelo melhor!
      Ana

      Eliminar
  58. Sim, somos memórias ou memórias.
    Bela foto lúdica e sua sugestão musical é top :-)

    Um beijo e um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos eternos coleccionadores de memórias... toda a nossa vida, Helma!...
      Muito obrigada, pela simpatia de sempre, bem como pelas suas palavras de apreço, e incentivo!...
      Que bom, saber que as nossas escolhas continuam agradando, aí desse lado!...
      Tudo de bom! Um beijinho grande... e um abraço super apertado!
      Ana

      Eliminar
  59. Sim, fisicamente água, na alma memórias. E talvez mais alguma coisa que ainda não descobrimos.

    Saudações!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ainda não descobrimos... ou que cada um, levará uma vida inteira para descobrir... e quando finalmente, descobre... normalmente... ter-se-á esgotado o seu tempo... :-))
      Saudações lisboetas!
      Ana

      Eliminar
  60. Com tanta memória coletiva e repetem-se sempre os mesmos erros, como é possível ? Para que serviu o passado? Não mudamos nada?! O ser humano tem tendência para guardar memorias, apenas e só ! Intocáveis, como museus inertes!
    Gostei de tudo e da fotografia, o jogo das transparências.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende, PN, das memórias!...
      Em Lisboa... creio que a médio e longo prazo, a cidade, não terá muito a ganhar, trocando a sua história, e tradição, e as suas memórias... pelo agrado aos turista de ocasião... Já não faltará muito para, Lisboa ser uma cidade, de pouca alma... onde os turistas, virão... apenas para esbarrarem em outros turistas... nos mais diversos locais... e dada a quantidade... para se amontoarem, por camadas... com muito pouco para ver... do que outrora pudesse ser típico...
      No outro dia... falei com uma das raras residentes em Lisboa... estava na paragem do eléctrico, do 28... e ficou agradavelmente surpreendida... por eu falar português... metemos conversa... sendo ela uma pessoa com alguma idade, confessou-me estar com uma enorme depressão... a sua última vizinha conhecida, no seu prédio... por sinal tia de um fadista, super conhecido... tinha sido convencida (forçada pelo senhorio) a largar a casa... a troco de uns míseros 30.000 euritos... os demais andares do prédio, onde habitava... eram todos alugados a turistas... confessando-me que raro era o dia, em que a porta da escada do prédio, não era arrombada, quase todos as noites, por causa do esquecimento da chave, por parte dos turistas, que por ali pernoitavam, nos demais andares... e afirmando que só a poder de comprimidos fortes, conseguia descansar alguma coisa... e assim anda a nossa Lisboa, de agora... com muita agitação... pouca tradição... e já sem muitos dos seus residentes... que lhe conferiam alguma alma e coração...
      Pela minha parte... prefiro conservar a memória, de alguns dos seus recantos... quando... ainda não estava na moda... como agora se diz... esta montra... a da foto... pertence a uma das poucas casas tradicionais que vendia chás e cafés, de lotes seleccionados... onde os meus avós e bisavós, se habituaram a ir, no seu tempo... pelo menos... ficou o registo da sua existência... antes que desapareça... de um mês para o outro... como tenho vindo a assistir, a tanto comércio, por ali... mais antigo... e que já desapareceu... para dar lugar às marcas... de renome... espalhadas por qualquer canto do mundo... que ganham milhões... com mão de obra da India, Bangladesh, Taiwan... e de outros lugares, que tais... onde um prato de sopa, certamente será o pagamento para quem leva o dia inteiro, a produzir uns trapitos ou uns ténis de marca... e quando não façam uso de mão de obra infantil... como ocasionalmente acaba por vir a público, nos meios de comunicação, em relação a uma ou outra marca...
      E assim... vai o mundo... de agora... onde o passado... só se encontra cada vez mais, nos livros de história... também virtuais... cada vez mais... :-))
      Grata pela sua amável presença e palavras, PN!
      Beijinho
      Ana

      Eliminar
    2. Eu falava de outro tipo de memória, não aprendemos com os erros do passado. As suas memórias, as que fala no texto, subscrevo na íntegra. Aqui, no Funchal , é igual, lojas que nos caracterizavam, de toda uma vida e subitamente passaram a "chinês ". Outras fecham num ápice ! Parece que uma guerra passou por cá e arrasou com toda a beleza tradicional da cidade. Enfim, tempos conturbados, provavelmente sem retrocesso !

      Beijinho e obrigada por tudo! Felicidades.

      Eliminar
    3. E eu que pensavam que aí... não se ia tanto atrás destes verdadeiros atentados, que vejo serem praticados, um pouco por todo o lado... se bem que a Norte... parece-me que se faz um esforço bem maior, para preservar o que ainda vai sendo mais característico do nosso país... crendo que o Centro e o Sul, se rendem mais aos encantos do turismo... apostando em novidades e soluções, que agradam ao turista de passagem... crendo assim que a memória colectiva... em algumas regiões... ficou mesmo lá no passado... no seu próprio tempo... infelizmente!
      Grata, mais uma vez, PN, pela sua presença e pertinentes considerações, que sempre aprecio!...
      Beijinho! Até breve!
      Ana

      Eliminar
  61. Respostas
    1. Thank you so much, dear Basia!
      A big kiss!
      Ana

      Eliminar
  62. 125º eu serei o 126º! É obra, Ana.
    Eu tarde e a más horas aqui, nem vale dizer mais nada, blá-blá,blá! Envergonhado fiquei. Obrigadíssimo. Vou ao fim deixar lá uma notinha.
    Mas também aqui fica a expressão do meu agradecimento a todos os que se dignaram ler-me (a mim) e eventualmente visitar o "Mundo é Grande".

    A fotografia está um "espanto": belíssima.
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, essa, Agostinho... não tem nada do que se envergonhar, nem do que pedir desculpa!...
      Estamos em pleno Verão... o que sempre apela, a que estejamos presentes, em actividades, e circunstancias... ao ar livre... a fazer o que nos dá mais prazer... e preferencialmente... com os que nos são mais importantes, por perto... este tempo, não convida ao isolamento, aconchegante, em frente de uma tela de computador... por isso, por estes dias, também eu já me fui libertando da Net... não publicando novidades... e como quero aproveitar as férias, para outras actividades... nem vou levar Net... para realmente conseguir estar efectivamente presente, em cada momento... e desligar por completo... das mil curiosidades e solicitações... com que o mundo virtual sempre nos brinda, a toda a hora...
      A imagem... um reflexo, de uma casa de comércio tradicional... das poucas que vão resistindo, na Rua Augusta... já que neste dia, em concreto, tinha-me acabado de despedir da Pastelaria Suiça... que fechou portas, no mês passado... e tinha acabado de constatar que a Casa Frazão... também já tinha desaparecido...
      Antes que esta desaparecesse... ficou aqui o registo...
      Grata eu, pela atenção e simpatia, Agostinho!
      Beijinho!
      Ana

      Eliminar
  63. A Ana publicou em Art&Kits, a 22 de Julho pp, um trecho de minha autoria. Só agora me dei conta disso, e, por isso, só agora a redimir-me do lapso de ter passado pela vinha sem ver o bago. Quero agradecer publicamente a gentileza da Ana e também a todos os que me leram, apreciaram e, eventualmente, visitaram o "Mundo é Grande": Bem-hajam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma vez, Agostinho... não se penalize, por tal, que não teve qualquer importância... e foi um prazer imenso, destacar o seu espaço, que tanto aprecio... o que já estava há bastante tempo prometido... mas cuja oportunidade, ainda não tinha surgido...
      Um beijinho grande, Agostinho! E se não nos "virmos" entretanto, antes de eu ir de férias... deixo também, um abraço super apertado... para ir durando, até ao nosso regresso... lá para Outubro... quando o calor e o bom tempo, já se começarem a despedir... :-))
      Tudo de bom, por aí! E muita saúde, que é o principal!...
      Ana

      Eliminar
  64. Boas férias, Ana!
    No verão não respondo por mim. Todos os momentos são apelativos, como apelativo é seu blogue. Aqui, a essência da vida num traço. Fico quebrada e envolvo-me em cada passo do vídeo. Percorrerei, passo a passo, as publicações que não pude ver. Saio sempre enriquecida.
    Deixo um abraço de gratidão.

    ResponderEliminar
  65. O poema do Agostinho merece, de facto, o destaque.
    Beijinhos aos dois.

    ResponderEliminar