sexta-feira, setembro 10, 2021

All religions should take you there... to joy, love and kindness...

Fotos de edifícios e monumentos. / Buildings and monuments in photos.

Não é o ir à igreja que faz um bom crente... é saber viver a espiritualidade, em nós, mesmo quando não se está lá, ou até mesmo, quando nem se tem o hábito de frequentar qualquer templo.
Todas as religiões deveriam conduzir-nos... à alegria, ao amor, e à bondade.
De novo, aqui na vila onde moro, as festas religiosas deste ano, foram adiadas para o próximo, tal como o Festival das Sopas, dando lugar a algumas sessões de cinema ao ar livre, em frente à Igreja, devido à pandemia.
Aqui fica o link, com a minha sugestão musical, para hoje... Miguel Araújo (com António Zambujo) - Dia da Procissão.
Foto de Ana Freire.

"As religiões são caminhos diferentes convergindo para o mesmo ponto. Que importância faz se seguimos por caminhos diferentes, desde que alcancemos o mesmo objectivo?" (Mahatma Gandhi, 1869 - 1948; numa belíssima partilha da Maria Rodrigues, do blogue... Divagar sobre Tudo um Pouco).

"Religions are different roads converging to the same point. What does it matter that we take different roads, so long as we reach the same goal?" (Mahatma Gandhi, 1869 - 1948; in a beautiful sharing from Maria Rodrigues, from the blog... Divagar sobre Tudo um Pouco).

It's not going to church that makes a good believer... is knowing how to live the spirituality in us, even when we are not there, or even when we are not in the habit of going to any temple.
All religions should take you there... to joy, love and kindness.
Again, here in the village where I live, the religious festivities of this year, were postponed to next year, as well as the Soup Festival, giving way to some outdoor cinema sessions, in front of the Church, due to the pandemic.
Here it stays the link, with my musical suggestion, for today... Miguel Araújo (with António Zambujo) - Dia da Procissão.
Photo by Ana Freire.


88 comentários:

  1. Bela foto. Concordo na íntegra com o teor do texto. Ir à igreja não faz um bom crente. Olhar, sentir, respeitar a igreja, isso sim, faz um bom crente.
    .
    Feliz fim-de-semana
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ricardo! Praticar a espiritualidade, efectivamente e não formalmente... deveria ser a preocupação maior de todos os bons crentes!
      Um grande abraço! Votos de um feliz fim de semana, com saúde e tranquilidade, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  2. Hi Ana.

    You describe it quite well.
    Beautiful church.

    Greetings from Patricia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, dear Pat, for your kind words and visit!
      A big kiss! Enjoy your weekend ahead!
      Ana

      Eliminar
  3. Ana, adorei a foto e as palavras. Cuidar da espiritualidade não é apenas ir à igreja, missas... É saber com o Alto falar em qualquer cantinho e lugar! Adorei! Lindo fim de semana! beijos, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho, que no Alto, se dispensam todo o tipo de formalismos... a verdade, a bondade, a generosidade, a autenticidade... devem ser praticadas a todo o instante, na nossa vida... sem carecer de formais celebrações, ou anuncio de intenções...
      Muito obrigada, Chica, pela carinho e força de sempre!
      Um beijinho! Feliz fim de semana, com saúde, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  4. Mais um ano em que as festas ficam adiadas, espero que voltemos à "normalidade" no próximo ano.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço minhas as suas palavras, Francisco!
      Estamos quase com dois anos, de festas e viveres adiados...
      Grata pela amabilidade de sempre, Francisco!
      Um grande abraço! Votos de um bom fim de semana, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  5. Uma publicação bastante interessante!
    Concordo plenamente com o primeiro paragrafo!:))

    Viajo nas palavras, por águas quietas...
    .
    Beijo
    Votos duma óptima Sexta-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Cidália, pela atenção e simpatia de sempre!
      Um beijinho grande! Votos de um feliz fim de semana, com saúde e tranquilidade, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  6. Boa tarde Ana,
    Uma foto magnífica e palavras!
    Concordo, mas a fé propaga-se em encontro com cada outro.
    Música linda que faz eco da tradição.
    Beijinhos e ótimo fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ailime!
      Mas às vezes, em matéria de religião, tendo a pensar que muitos crentes, se preocupam mais em parecer, do que em ser... às vezes penso que as pessoas seguem com mais facilidade, os formalismos das celebrações, do que colocam efectivamente nas suas práticas diárias, o que celebram... digo eu... que tenho mais tendência para acreditar no Deus que criou os homens... mas tendo sérias reservas, em relação ao Deus que os homens criaram...
      Imensamente grata, pela sua atenciosa presença e incentivo!
      Um beijinho grande! Feliz fim de semana, com saúde, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  7. Boas perspectivas, tanto fotográfica como textuais e musical.

    Beijinhos e bom fim-de-semana!.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Fá, pela sua atenciosa presença, bem como pelas suas palavras, de apreço e incentivo!
      Um beijinho! Votos de um excelente fim de semana, para si e todos!
      Ana

      Eliminar
  8. As religiões têm sido uma boa desculpa para muitas guerras e morticínios (desde o tempo dos Cruzados, pelo menos).
    A sugestão musical é ótima, tal como a foto.
    Bom fim de semana, amiga Ana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho exactamente a mesma opinião, Jaime!
      Grata pela amabilidade de sempre e incentivo!
      Beijinho! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Thank you so much, dear Anne!
      I'm so glad that you had liked it!
      Kisses! Happy Sunday, to you and yours!
      Ana

      Eliminar
  10. Bella iglesia, y como dice tu escrito yo soy delas que creo en dios pero no en las religiones ya que estas a veces abusan de los fanatismos. aunque como tu coincido contigo que la religiones deberían a hacer más feliz al hombre. que Mientras haya respeto y empatia no importa cual religión tenga. Te mando un beso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço minhas as suas palavras, J.P., também sou das que acreditam no Deus que criou os homens, mas não no Deus que os homens criaram... e que tem contribuído para tantas clivagens na história do mundo...
      Grata pela sua gentil presença e incentivo!
      Um beijinho! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  11. Belas fotos. Parabéns pela postagem.Te desejo um lindo final de semana na Paz do Senhor Jesus. Bjs querida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Nal, pelo carinho e incentivo!
      Beijinhos! Votos de um muito feliz domingo, para si e todos os seus, com saúde e tranquilidade!
      Ana

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Muito obrigada, Azka, pela sua amável presença e incentivo!
      Um grande abraço! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  13. "Todas as religiões deveriam conduzir-nos... à alegria, ao amor, e à bondade."
    Não posso estar mais de acordo, querida Ana.
    Quando criticam alguma religião , ou fé, costumo argumentar, se isso faz a pessoa que a pratica feliz, porque criticar?,
    O local de culto é onde nos sentimos bem, seja num templo , em casa, ou ao ar livre.
    Neste momento, enquanto estou aqui a escrever, o meu marido está a ver futebol, um estádio cheio em Inglaterra, todo a gente sem máscaras. Não consigo perceber o que se passa neste mundo? Uns com cuidado, outros assim :(
    A foto como sempre, muito bonita, e as palavras de Mahatma Gandhi, que a Maria publicou no seu blogue, perfeitas também.
    Gosto muito de ouvir ambos, Miguel Araújo e António Zambujo, desconhecia este tema, feito mesmo à medida da sua publicação. Parabéns pelas suas escolhas!

    Beijinho, com o desejo de muita saúde para si e para a sua querida mãe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A religião (tal como a política), tem infelizmente contribuído para mais clivagens, ao longo da história da humanidade, em geral, do que propriamente conduzido o mundo para um estágio mais evoluído, positivo, sereno e organizado... mas ainda assim, para quem segue qualquer uma com verdadeira fé, e em verdadeiro respeito aos seus princípios... todas, supostamente, devem orientar-nos para uma evolução interior, que nos conduza ao bem individual e colectivo, independentemente do lugar de culto... mas... infelizmente, vemos a grande maioria das pessoas a cumprir rituais... mas não os verdadeiros ensinamentos. Cumpre-se o formalismo... esquecendo-se rapidamente a essência, dos princípios da fé...
      Os estádios de futebol... bem que podem ser verdadeiras lugares de culto, para muitos dos seus adeptos... :-)) Estamos a regressar a uma normalidade cedo demais. Com milhões por vacinar ainda... é mais do que certo que em breve haverá retrocessos... vamos ver ao que esta abertura antes do devido tempo, nos conduzirá... mas por enquanto... nem um único país pode afirmar, que tem a pandemia efectivamente controlada.
      A Maria costuma apresentar sempre uma selecção impecável, de citações de grandes pensadores mundiais, que muito aprecio... pelo que já tardava destacar de novo, uma das suas formidáveis escolhas, por aqui...
      Grata pela atenção de sempre, Fê, e pelo incentivo, com que sempre nos brinda!
      Um beijinho grande! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  14. This is a very beautiful post! I agree with you !
    Happy weekend !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, dear Ela!
      I'm so glad that you had liked it! Kisses! Enjoy your Sunday!
      Ana

      Eliminar
  15. Muy buena reflexión. La religión debe reflejar el amor al prójimo y hacernos mejores personas.

    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim deveria ser, Antónia... no entanto a realidade, mostra-nos o quanto estamos longe dessa etapa... o de sermos efectivamente melhores pessoas...
      Grata pela sua atenciosa presença! Um beijinho! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  16. Que igreja linda, Ana. Aqui tem algumas bem parecidas com essa e tem até o sino.
    Realmente a religião deveria nos levar à alegria, ao amor, e à bondade. Infelizmente isso não acontece e alguns usam a religião como desculpa para impor suas vontades e seus ódios.
    Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente assim é, um pouco por todo o mundo, e independentemente de qualquer que seja a religião a que nos possamos referir...
      Grata pela sua gentil presença, Adriana! Estimo que tudo esteja bem, aí desse lado! Beijinhos! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  17. Oi Ana
    Concordo integralmente contigo. Todas as religiões tem as suas especificidades mas todas convergem para a fé. Respeite-mo-las
    Beijinhos com ternura e saudades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todas apontam para o caminho do bem... mas muitos dos seus crentes, independentemente de qualquer religião, a que nos possamos referir... na sua prática diária... acabam enveredando por caminhos que muito os distanciam dos princípios ditados pela sua fé...
      Oi, Gracita!!! Bom demais, vê-la por aqui! Estimo que se encontre bem, assim como todos os seus! Temos andado meio desencontradas... mas aos poucos conto voltar a muitos cantinhos dos quais tenho andado mais arredada!
      Esta pandemia, veio alterar o nosso viver, sob muitos aspectos... e o tempo por vezes, tem sido canalizado para outros propósitos...
      Um beijinho grande! Feliz domingo!
      Ana

      Eliminar
  18. Fui " inscrita " pelo baptismo, na religião Católica Apostólica, Romana, não por minha vontade, claro, mas pelo desejo de meus pais e assim fiz eu com os meus filhos e eles com os meus netos. Respeito todas as religiões, porque acredito que todas pregam o bem e não acho nenhuma melhor que as outras. O problema está nos seus seguidores e principalmente nos seus lideres religiosos que não sabem interpretar os livros sagrados que cada religião segue. Sabes, Ana, costumava dizer que era católica não praticante, mas há muito deixei de o dizer; se me perguntam, eu digo só que me fizeram católica pelo baptismo, mas não digo que não sou praticante; não vou à missa, não me confesso, mas esse facto não faz de mim uma " não praticante; Jesus Cristo, o criador desta religião só pediu que amassemos os outros como a nós mesmos e que eu saiba, não disse que tinhamos de ir à missa todos os domingos. Sou uma Católica imperfeita, como qualquer ser humano e tento viver a vida com respeito pelo meu semelhante, com ética, sem prejudicar seja quem for. Conheço pessoas que vão à missa e que, pela vida que levam, nem no adro deveriam pousar os pés; só por frquentarem a igreja já se dizem praticantes e o resto dos ensinamentos? A Fé ajuda-nos a suportar as agruras da vida, mas, Amiga, a minha fé está na vida, nas pessoas, na natureza. Tenho fé no ser humano e acredito que, se quisermos, fazemos verdadeiros milagres, tanto na nossa vida quanto na dos outros. Quando estudava no colégio de freiras, nos meus 15 e 16 anos aprendi , com um padre, uma coisa que até hoje , é o meu lema de vida. Parece impossivel que há tantas décadas tivesse havido um sacerdote que, numa aula, nos disse " para sermos santos, não precisamos de fazer milagres, precisamos somente de cumprir o nosso dever " E não é verdade, Ana? Esse " cumprir o nosso dever " é viver de acordo com os valores de um verdadeiro ser humano, com amor, respeito, solidariedade, tentando sempre fazer o nosso melhor. Creio que esta é a base de todas as religiões sérias, mas, infelizmente, o homem interpreta os ensinamentos dos seu lideres conforme os seus interesses e em nome deles comete verdadeiras atrocidades. Temos necessidade de nos agarrarmos a um ser superior, para mitigar os sofrimentos que a vida nos impõe, mas eu, Ana, peço e agradeço à vida; perante tudo o que vejo, não quero pensar naquele Deus perfeito, que nos protege, que olha por todos, pois, se pensar muito, zango-me. Considero-me uma priveligiada, mas porqê eu e não aquelas crianças e mulheres do Afeganistão? Porquê eu e não aquela senhora idosa que tanto reza e ninguém cuida dela? E as crianças que morrem de fome? Não Ana! Prefiro culpar a vida, prefiro dizer que a vida nem sempre é bela e prefiro agradecer a ela as bênçãos que me tem dado. Desculpa, Ana, pelo meu desabafo, mas é assim que vejo as religiões, imperfeitas, como imperfeitos somos todos nós, embora necessárias, pois, apesar dos defeitos, são o refúgio e o alento de muitas pessoas. Belo post, como sempre. Obrigada, Amiga e SAÚDE para todos, um beijinho
    Emilia
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imensamente grata, Emília, pela sua atenciosa presença e preciosas considerações sobre o tema, aqui trazido, nesta nossa publicação!
      Identifico-me totalmente com as suas palavras. Também eu fui baptizada em criança, e apesar de preferir bem mais entrar numa igreja apenas quando está vazia, para ter as minhas conversas com quem quer que esteja lá no Alto, de serviço... também não me considero de todo uma não praticante.
      O padre de seu colégio, Emília, estava absolutamente certo! Cumprirmos o nosso dever, e termos uma consciência leve, sem mácula nem culpas... é a mais elevada das virtudes... para nós e para os outros, que nos rodeiam.
      Não sei que contas prestam, ao seu Deus, quem espalha terror e fanatismo, e reza não sei quantas vezes ao dia... mas não serão exemplos de nada. O problema está mesmo nos lideres religiosos, que orientam e iludem muitos dos seus seguidores para determinados fins... desde a Inquisição... a tantos pastores de agora, em versão moderna, que celebram a colecta do dizimo, nos seus iates de luxo, com o fundo coberto de notas... (e ainda publicam tal em redes sociais, certamente para exercitar a sua abnegação, humildade e agradecimento, a milhões de enganados, que contribuem para grandes vidas... de gente de poucas virtudes... que de santos e lideres religiosos, não terão mesmo nada...
      Não será a vida, que afasta e divide as pessoas... são as ideias que nos incutem, sejam políticas ou religiosas, e que por vezes levamos uma vida inteira a reconsiderá-las e a repensá-las...
      Todas as religiões são imperfeitas, sim... pois reflectem as visões imperfeitas e parciais, de quem as procurou começar a explicar, na sua própria época. Algo de superior e inexplicável, revelou-se a pessoas comuns, que na sua época, ou tentaram contar o que viram... ou florearam o que viram, ou simplesmente esconderam o que foi visto (o evangelho segundo Judas ou o de Maria Madalena, continuam algures fechados a sete chaves... mas existem. Apenas contendo versões que não se quiseram que fossem conhecidas. O papel das mulheres na religião, antes de Cristo, era muito mais activo, e pro-activo, do que passou a ser até hoje, após as formais escrituras evangélicas. Da Vinci pintou a ultima ceia, com a ambígua figura à direita, que ainda hoje muitos interpretam como Maria Madalena... aliás a primeira pessoa, a quem Cristo se revelou, depois de ressuscitar... acho que isto diz muito, sobre a versão criada e deturpada das escrituras, que reduziram a mulher a um papel de servilismo, na hierarquia religiosa, mas não de efectivo reconhecimento. Impensável ainda hoje pensar-se num Bispo ou Papa em versão feminina).
      Não sou nada contra quem sinceramente tem a sua fé, e envereda por a expressar nos trâmites conforme os conhecemos. Eu continuo a achar que Deus está em todo o lado... e mais perto dele me sinto, até nas pedras que encontro no caminho... do que no interior de qualquer edifício grandioso, erigido em seu nome... mas que reflecte a visão dos homens... não a versão original.
      Como já alguém disse... eu acredito no Deus que criou os homens, mas não no Deus que os homens criaram, e por isso me considero agnóstica. Todas as religiões estão no mesmo patamar... e todas elas explicam algo de parcial, que supostamente nos deveria elevar a uma categoria de seres mais aperfeiçoados espiritualmente. Mas, na realidade... o mundo lá fora... gasta-se a falar nos seus Deuses a toda a hora, enquanto as virtudes da grande maioria, caem a pique, na sua prática diária... totalmente esquecidas ou contornadas, pelos mais variados motivos... pessoais ou colectivos.
      Um beijinho grande, Emília! Grata uma vez mais! Feliz semana, com saúde, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  19. Concordo. Nem só quem vai à igreja è crente. Muitas vezes até é o contrário.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na era do parecer, acima do ser... dá-se a primazia ao formalismos das cerimónias religiosas, mas bem menos, às suas boas práticas, infelizmente, na vida diária...
      Muito obrigada, Isa, pela tua presença e simpatia!
      Beijinhos! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  20. Realmente, ir à igreja não é sinal de vida com Deus, intimidade com o seu Criador. Depois de quase 9 meses sem participar de cultos presenciais, nesses dias estou retornando e que alegria tão grande! Tenho falado que o "novo normal" tá ficando melhorzinho...
    O nosso Onipresente Pai é bondoso em todo tempo. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom, saber que tudo está voltando também à normalidade por aí, Anete!...
      E de novo a fazer algo que tanto aprecia e a preenche! Votos de que tudo continue a encaminhar-se para um novo normal, bem mais animador e promissor!
      Um beijinho grande! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  21. Boa tarde de domingo, querida amiga Ana!
    Imagem ilustrativa e vídeo muito lindos, como sempre.
    Ah! Se todos pensássemos e agíssemos como disse o pensamento citado pela amiga Maria em seu blog.
    Que a Espiritualidade venha unir todos os povos e não termos mais uma ideia descabida de que todos temos que trilhar o mesmo caminho!
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Ana, relendo pois hoje estou buscando encontar fé na Espiritualidade.
      Religião boa e sadia é aquela que só deseja ver o bem do próximo, não magoa, não pisa no semelhante.
      O mundo anda precisando de uma autêntica Religião: a do Amor.
      Beijinhos, querida

      Eliminar
    2. Boa noite, Roselia!
      Os caminhos do bem, deveriam ser de sentido único, ainda que expressos à luz dos ensinamentos de qualquer religião... mas infelizmente... eles mesmos são trilhados, para conduzirem tantos, também a vários outros propósitos e direcções... muito pouco virtuosas...
      A Maria tem sempre belíssimas escolhas, em várias temáticas, de grandes pensadores que muito aprecio, no seu espaço!
      Grata pela atenção de sempre e incentivo, Roselia!
      Votos de uma feliz semana, estimando que tudo esteja bem, aí desse lado!
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
    3. Não poderia estar mais de acordo, Roselia... o mundo carece mesmo de sentimentos universais... mas infelizmente, muitos países servem-se dos princípios religiosos, para fins meramente territoriais, aliados a outros interesses dentro das suas fronteiras...
      Grata, uma vez mais, pelo carinho e incentivo, Roselia!
      Um beijo imenso! Votos de uma feliz e inspirada semana!
      Ana

      Eliminar
  22. Ana, qual o nome da Vila que você mora?
    É uma Vila de Praia, não é?
    Acho que não fui por aí.
    E a vontade de voltar a Portugal é imensa.
    bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vila de praia, que costumo referir com frequência, por aqui, é a Ericeira!
      Antes da pandemia, costumava passar por lá todos os Verões, para evitar complicações respiratórias da minha mãe, na estação mais quente do ano... Vamos a ver, se o novo normal, nos permite talvez no próximo ano, a voltar lá a passar a habitual temporada, sem se mostrar muito arriscado, para ela.
      Passei por lá, no fim de semana passado... e está tudo cheio por todo o lado... por enquanto, ainda não arrisco frequentar locais muito concorridos, até ver como tudo evolui durante mais uns meses...
      Um beijinho, Liliane! Grata pela atenção de sempre! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  23. As religiões neste Mundo aflito e em decadência, poderiam se quisessem ter um papel importante na união de todos os seres humanos em torno da Natureza, da Terra e deles próprios !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo em absoluto, Ricardo! Mas em vez disso, são mais instrumentos de um vasto controlo de massas humanas, para vários fins... e motivo de clivagens entre tantos países...
      Grata pela sua amável presença, Ricardo, e preciosas considerações!
      Um grande abraço! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  24. Bela foto
    belo momento no tempo Ana
    só que ontem
    o Concerto do António Zambujo
    e a Orquestra das Beiras na Guarda
    foi cancelado
    em luto pelo falecido Jorge Sampaio
    ( paz à sua Alma )

    Boa semana
    bom dia com alegria pra vocês
    que o sol murchou ^.^`)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui também havia um evento marcado, uma inauguração de um centro de exposições... e foi adiado... mas não estou certa, se seria por tal motivo, ou se pelo facto de a obra ainda talvez não estar totalmente concluída!...
      Grata pela atenção de sempre, João!
      Um beijinho! Feliz semana, com saúde e boa disposição!
      Ana

      Eliminar
  25. Gandhi acreditava e praticava aquilo que disse. Hoje em dia muita da religião é feita de fanatismos que só conduzem ao ódio. Excelente reflexão e bela fotografia.
    Uma boa semana com muita saúde, minha Amiga Ana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Revejo-me completamente nas suas palavras, Graça! Hoje em dia, infelizmente, estabelecem-se muitas teias, para os mais variados fins, com movimentos religiosos...
      Grata pela sua gentil presença, incentivo e sempre preciosas considerações, Graça!
      Um beijinho! Votos de uma feliz semana, com saúde, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  26. I agree with what you are saying. We all should respect the different religions in the world. You photographed a beautiful church. Thanks for sharing!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, Bill, for your kind words and visit!
      All the best! Enjoy your week ahead! Hugs!
      Ana

      Eliminar
  27. A espiritualidade não se sente só dentro de 4 paredes... :-)
    Beijinhos e uma boa semana*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deveria ser bem mais revelada nas práticas diárias de cada um... mas... cumprem-se mais os formalismos, do que os princípios que os inspiram...
      Grata pela tua presença e simpatia, HD!
      Beijinhos! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  28. Olá Ana! Bela postagem! Religião é o sentimento de devoção a tudo que é considerado sagrado. Cada cultura desenvolve crenças baseadas em princípios, doutrinas e livros sagrados.
    Algumas regiões possuem movimentos religiosos predominantes, como no Oriente Médio onde 90% da população segue o Islamismo.
    O Brasil é considerado um Estado Laico e, por isso, se posiciona de forma neutra no campo religioso. Dentre as principais religiões praticadas no país, estão: Catolicismo, Evangelismo, Budismo e Candomblé.
    Intolerância Religiosa e comportamentos xenofóbicos causam muitos conflitos em todo o mundo. Por isso, é importante conhecer e divulgar a história de cada crença e valorizar costumes e tradições dos povos mais distantes. Deixo aqui um grande beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Beto!
      Adorei a breve retrospectiva, que nos deixou, e que tão bem traçou as principais religiões seguidas no Brasil!
      Em pleno século XXI, a intolerância religiosa já nem deveria ser um problema, mas infelizmente, muitos movimentos religiosos, acabam por ter estreitos laços com movimentos políticos, mundo fora... e o fanatismo, acaba por ser um instrumento usado ao serviço de ambas...
      Mas todas sem excepção, deveriam contribuir para um mundo melhor, do ponto de vista individual e colectivo... e será em tal que assentam os princípios de todas... depois... os princípios religiosos acabam sendo adaptados a outros interesses... e as clivagens sucedem-se, pelo mundo... e as boas práticas acabam diluídas na interpretação que cada um lhes dará, ao sabor das circunstâncias... politicas, económicas, sociológicas, pessoais...
      Grata pela atenção de sempre, Beto, e pelas suas interessantes e bem pertinentes considerações sobre o tema!
      Beijinho! Feliz semana! Tudo de bom!
      Ana

      Eliminar
  29. Ana letras muy reflexivas, el respeto es la llave más hermosa para la convivencia Saludos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata, Ramón, pela sua amável presença, bem como pelas suas pertinentes considerações, sobre o tema!
      Um grande abraço! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  30. A fé deve ser uma escolha livre sem coerção e com respeito pelas outras opiniões.
    Gosto de ouvir a voz de António Zambujo
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Alfacinha! Todas elas inspiram e direcionam o homem e a sociedade, para o bem... mas... infelizmente assistimos pelo mundo a muitas relações paralelas, para vários fins, que se coordenam com movimentos religiosos... redirecionando estes movimentos que atraem tantos crentes, para outras vertentes... que nada têm a oferecer de virtuoso!
      E assim ao longo da história do mundo, infelizmente, as religiões, têm sido também uma parte interventiva, que contribuiu para os períodos mais negros da História...
      Adoro ouvir Zambujo, também! :-)
      Grata pela atenção de sempre, Alfacinha!
      Um beijinho! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  31. Respostas
    1. Thank you so much for stopping by, dear Regine!
      A big kiss! Have a nice week ahead! Take care!
      Ana

      Eliminar
  32. Boa noite Ana. Infelizmente muitos confundem religião com fanatismo religiosa. Religião é para religar, mais infelizmente tem sido usada para afastar as pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderia estar mais de acordo com as suas palavras, Luiz!
      E assim, lá se vão acabando por perder de vista, os princípios fundamentais e essenciais de cada uma, diluídos que estão numa teia de interesses paralelos, a vários níveis...
      Grata pela sua amável presença, e preciosas considerações sobre o tema!
      Um grande abraço! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  33. Bom dia com alegria pra vocês
    bom e belo dia
    que de chuva ou trovejar
    é o que está a dar '.~`)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, com saúde e boa disposição!
      E continuação de uma feliz semana, João!
      Beijinhos!
      Ana

      Eliminar
  34. Yes, I agree with your point about religions ❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you so much, for stopping by, dear Kinga!
      Kisses! Enjoy your week!
      Ana

      Eliminar
  35. Incrível!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta! Não deixe de conferir os novos posts.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata, Emerson, pela sua amável presença!
      Bom tê-lo de volta! Um grande abraço! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  36. Querida Ana!
    Adoro ir à igreja simplesmente para cantar, ilumina minha alma e a minha felicidade transparece!
    O sermão cabe a cada um interpretá - lo!
    Um doce sorriso!
    Megy Maia💙👄💙


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há cerimoniais evangélicos deveras inspiradores!
      Grata pela sua gentil presença, Megy, e pertinente contributo, em relação ao tema!
      Um beijinho grande! Continuação de uma óptima semana, para si e todos os seus!
      Ana

      Eliminar
  37. Boa noite Ana.
    Concordo plenamente com você. Não adianta nada frequentar uma religião seja ela qual for e não praticar os ensinamento de Deus . Bela foto . Carinhoso abraço e lembrança a sua mãe .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio ser mesmo o fundamental... praticá-los diariamente, Mirtes, independentemente de se ser assíduo ou não, aos lugares de culto!
      Imensamente grata, pela sua gentil presença, Mirtes, estimando que Santy, já se encontre bem melhor, no momento, e você já bem menos sobressaltada, com a situação!
      Um beijinho grande! Continuação de uma boa semana, para vocês, com tudo a correr o melhor possível!
      Ana

      Eliminar
  38. A religiõn é boa, pero eu prefiro viver acreditando em Deus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou de igual opinião, Sakuranko!
      Transpor e praticar os ensinamentos diariamente, independentemente de frequentarmos ou não lugares de culto!...
      Grata pela atenção de sempre, Sakuranko!
      Beijinhos! Continuação de uma feliz semana, para ti e todos os teus!
      Ana

      Eliminar
  39. A espiritualidade nada tem a ver com religião, como a História das Religiões tão bem nos mostra. Diria até que para manter e salvaguardar essa espiritualidade que existe e está em cada um de nós, temos que nos afastar do espartilho da religião coseu sentido restrito.
    O que é que há de mais aberrante e atroz de tudo aquilo que já se fez e se continua a fazer, por esse mundo fora, em nome da religião?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderia estar mais de acordo, Lina!
      Mais vale, efectivamente, exercer-se e aprofundar-se tal espiritualidade, em nós, do que nos preocuparmos, apenas com meros formalismos cerimoniais...
      O estado do mundo... e a história do mundo, falam por si mesmos... sobre tudo o que tem sido feito em nome da religião... e o que é mais preocupante... o que ainda se fará... com o mundo árabe... em constante ebulição... onde se fundem diversas políticas e religiões...
      Grata pela atenção de sempre, Lina, bem como pelas suas sempre pertinentes e preciosas considerações!
      Beijinho! Continuação de uma excelente semana!
      Ana

      Eliminar
  40. Verdade, querida Ana, e esta imagem é de uma beleza fabulosa!
    A bondade que nasce no nosso interior é caminho para chegarmos à mesma Casa.
    Lindoo!
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também assim creio, Manuela! Devendo-se priorizar a essência dos ensinamentos, nas nossas práticas diárias, a qualquer formalismo cerimonial!
      Grata pela atenção, carinho e incentivo, com que sempre nos brinda!
      Um beijinho grande! Votos de continuação de uma excelente semana, para si e todos os seus, estimando que tudo esteja bem, aí desse lado!
      Ana

      Eliminar
  41. eu não sigo religiões, mas respeito quem segue alguma sem ficar cego. como disse o filósofo brasileiro Mário Sérgio Cortella, "religião não é coisa de gente tonta, religião é coisa de gente, é que tem gente que é tonta e tem gente que não é." um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou agnóstica, Ulisses! Não sigo nenhuma, em especial, achando contudo que todas estão no mesmo nível de aceitação, e cada uma terá o seu contributo para o mundo... se o caminho for o bem. Acontece que muitas, enveredam por diversos e tortuosos caminhos... e com muito pouco de virtuoso, quando estão ao serviço de outras influências...
      Grata pela tua atenção de sempre, Ulisses, e sempre pertinentes considerações!
      Beijinhos! Votos de uma excelente semana, para ti e todos os teus!
      Ana

      Eliminar
  42. Religião é o sentimento de devoção a tudo que é considerado sagrado. Cada cultura desenvolve crenças baseadas em princípios, doutrinas e livros sagrados. Como são tantas , assim como opiniões, cada qual merecem o devido respeito. Não sou praticante de religião, mas acredito num Deus único e provedor de misericórdia. Tenho uma certeza cega, então tenho fé no bom Deus. Grande beijo querida Ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou agnóstica, Beto, pelo que a melhor forma de definir no que acredito, é reafirmar o que já alguém disse, e muito bem... Alphonse Karr, se não estou em erro... eu acredito no Deus que fez os homens, e não no Deus que os homens fizeram.
      Grata, uma vez mais, pela sua amável presença e simpatia, e estimando que tudo esteja correndo pelo melhor, com o seu novo livro!
      Um beijinho!
      Ana

      Eliminar
  43. É fato a aura emblemática que cerca a arquitetura das igrejas mundo afora, mas para além da imponência que as contém, ressalta, a meu ver, maior importância a espiritualidade profunda baseada e praticada em caridade, solidariedade e retidão de conduta como apontada por você, Ana, e pela referência trazida pela Maria.
    Sejamos nós templos de boas ações na vida.
    Gosto muito de apreciar campanários. O som dos sinos toca-me.

    Achei bem alegre a composição"procissão".
    Bem haja, querida Aninhas.
    Calu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será mesmo a opulência e a imponência de muitas igrejas, que me fazem questionar, que tal, está em absoluta contradição com os ensinamentos primordiais, da fé cristã...
      Adorei as suas palavras, Calu... sejamos nós templos de boas acções...
      Grata pela sua sempre atenciosa e incentivadora presença, Calu!
      Um beijinho! Votos de continuação de uma excelente semana, para si e todos os seus, com saúde!
      Ana

      Eliminar