sexta-feira, abril 16, 2021

Looking for trouble...

Fotos da cidade. / City photos.

E porque por estes dias se celebrou o Dia Mundial da Arte... o nosso post de hoje referir-se-á a um artista português, que se tem vindo a tornar mundialmente conhecido...
Gradualmente, tem sido muito reconfortante verificar que as novas gerações de artistas, acharam nas suas expressões de arte, uma forma cada vez mais interventiva de chamar a atenção para muitos dos problemas mais relevantes, que vão ocorrendo pelo mundo, na actualidade.
Bordalo II é um desses artistas. Esta sua obra em exibição no Parque das Nações, que mostro na foto abaixo, chama-nos a atenção para dois problemas distintos: a poluição (todos os seus trabalhos são feitos com lixo recolhido em meio urbano), e a necessidade de proteger uma espécie em perigo de extinção. Neste caso, o lince ibérico.
Termino com a minha habitual sugestão musical. Aqui fica o link, para hoje... Tom Jones and Art Of Noise - Kiss.
Foto de Ana Freire.

"A arte não é um espelho para reflectir o mundo, mas um martelo para forjá-lo." (Vladimir Maiakovski, 1893 - 1930).

"Art is not a mirror held up to society, but a hammer with which to shape it." (Vladimir Maiakovski, 1893 - 1930).

By these days World Art Day was celebrated. So, our post of today, will refer to a Portuguese artist, who has become known worldwide...
Gradually, it has been very comforting to see that new generations of artists have found in their expressions of art, an increasingly intervening way of drawing attention to many of the most relevant problems that are occurring around the world.
Bordalo II is one of those artists. This work of him, on the above photo, and on display at the Nations Park, draws our attention to two distinct problems: pollution (all his works are done with collected garbage in urban areas), and the need to protect an endangered species. In this case, the Iberian lynx.
And the link with my musical suggestion for today, here it stays... Tom Jones and Art Of Noise - Kiss.
Photo by Ana Freire.


quarta-feira, abril 07, 2021

Poems...

Fotos de paisagem humanizada. / Humanized landscape photos.

Os poemas mais duradouros, têm origens profundas. Nascem... desenvolvem-se... ocupam o seu espaço. E simplesmente... permanecem!
E o link, com a minha sugestão musical para hoje, aqui fica... The Taliesin Orchestra plays Enya - The Memory Of Trees.
Foto de Ana Freire.
"Um poema é, por vezes, isto: uma árvore.
Rebelde, em bruto, que não se deixa ou não
se deve, podar; com um tronco onde,
por sensatez e estima, não rabiscamos as
nossas alegrias, o amor."
(Henrique Caldeira dos Santos, do blogue... Aurorar).


"A poem is sometimes this: a tree.
Rebel, crude. It does not let itself to be, nor should it be
pruned. With its trunk, in which,
by common sense and esteem, we don't scribble
our joys... love."
(Henrique Caldeira dos Santos, from the blog... Aurorar).

The most lasting poems have profound origins. They are born... they grow... they occupy their space. And simply... remain!
And the link, with my musical suggestion for today, here it stays... The Taliesin Orchestra plays Enya - The Memory Of Trees.
Photo by Ana Freire.


sexta-feira, abril 02, 2021

We wish you all an healthy Easter!...

Fotos de edifícios e monumentos. / Buildings and monuments in photos.

Hoje, deixo-vos uma imagem, dentro do espírito da quadra festiva que se aproxima... tal como a minha sugestão musical, dentro do mesmo contexto. Aqui fica o link... Sister Cristina - Like A Virgin.
Dadas ainda, as restrições do momento, devido à pandemia... mais do que uma Páscoa Feliz, desejamos-vos uma Páscoa com saúde, a ser celebrada com responsabilidade, visando a segurança de todos e de cada um de vós!...
Foto de Jorge Gonçalves.

Votos de uma Páscoa com saúde, para todos!
"Ainda hoje somos homens e mulheres de passagens; somos filhos da Páscoa. Os mares existem; os cativeiros também. As ameaças são inúmeras. Mas haverá sempre uma esperança a nos dominar; um sentido oculto que não nos deixa parar; uma terra prometida que nos motiva dizer: Eu não vou desistir! E assim seguimos. Juntos. Mesmo que não estejamos na mira dos olhos. O importante é saber, que em algum lugar deste grande mar de ameaças, de alguma forma estamos em travessia..." (Padre Fábio de Melo). 
"Today we are still men and women of passages; we are children of Easter. The seas exist; the captivity too. The threats are numerous. But there will always be hope to dominate us; a hidden meaning that does not let us stop; a promised land that motivates us to say: I will not give up! And so we go on. Together. Even if we are not at the sight of the eyes. The important thing is to know, that somewhere in this great sea of threats, somehow we are crossing..." (Father Fábio de Melo).
Today, I leave you an image, in the spirit of the coming festive season... just like my musical suggestion, within the same context. Here is stays the link... Sister Cristina - Like A Virgin.
Given the restrictions of the moment, due to the pandemic... more than a Happy Easter, we wish you a healthy Easter, to be celebrated with responsibility, aiming at the safety of each and every one of you!...
Photo by Jorge Gonçalves.

We wish you all an healthy Easter!...


quarta-feira, março 24, 2021

The hardness of the path...

Fotos do litoral. / Sea coast photos.

É a dureza do caminho, que te lembra, que um caminho sem obstáculos, jamais te levaria, aonde já conseguiste chegar.
E a minha sugestão musical para hoje, aqui fica... James Blunt feat. Ward Thomas - Halfway.
Fotos de Ana Freire.
"Desconstruí um castelo. Com as pedras fiz caminho. Fiz caminho com as pedras, e nas pedras, eu caminho." (Fê Blue Bird, do blogue... Só te peço 5 minutos...).

"I deconstructed a castle. With the stones I made my way. I made my way with the stones, and on the stones, I walk, day by day." (Fê Blue Bird, from the blog... Só te peço 5 minutos...).

It is the hardness of the path, which reminds you, that a way without obstacles, would never take you, where you have already managed to reach.
And the link with my musical suggestion for today, here it stays... James Blunt feat. Ward Thomas - Halfway.
Photo by Ana Freire.