segunda-feira, julho 01, 2013

O rio do nosso tempo / The river of our time

Fotos de animais. / Animal photos.

Aqui fica, num dia de calor, como o de hoje, e para refrescar ideias, uma foto de algumas carpas que alegremente subiram à superfície, vindas da profundidade das águas, e que, simpáticamente, se deixaram fotografar permitindo-me obter imagens agradáveis que partilharei futuramente, associadas a grandes pensamentos, em poucas palavras, tal como nós gostamos, aqui no nosso blogue.
A foto de hoje, contextualiza na perfeição, a ideia de que o tempo é como um rio, e no qual...
"Não poderias entrar duas vezes no mesmo rio." (HERÁCLITO, aproxim. 535 a.C. - 475 a.C.
Isto porque o tempo flui, tal como a água de um rio, seguindo o seu curso, e tudo está sempre em constante mudança... inclusivé, nós mesmos.
Ainda que o quiséssemos, não conseguíriamos voltar a entrar num mesmo rio porque...
As águas desse rio não seriam as mesmas...
Nós já não seríamos os mesmos...
E o tempo, definitivamente, também já não seria o mesmo...
Apenas podemos tirar o melhor partido, que conseguirmos, uma vez iniciado, do percurso... do rio do nosso tempo.
Foto de Ana Freire.
 
O tempo flui, e tal como a água dum rio, tudo está sempre em mudança. / Time flows, and as the water of a river, everything is always changing.
O rio do nosso tempo / The river of our time
 
Here stays, on a hot day, like today, and to cool one's ideas, a photo of some carps, which happily climbed to the surface, coming out from deep waters, and kindly, let me took some nice photos of them, which I will share in the coming days, together with great thoughts, in a few words, that we like most, here on our blog.
Today's photo, contextualizes perfectly, the idea that time is like a river, in which...
"You could not step twice into the same river." (HERACLITUS, c. 535 BC - c. 475 BC)
 
This because, time flows, like the water from a river, following its course, and everything is always changing... including ourselves.
Even if we wanted to, we couldn't step twice into the same river, because...
The water of the river wouldn't be the same...
We wouldn't not be the same from before...
And time, definitely, would not be the same, as well...
We can only make the most, that we can, once started, of the course... from our time's river.
Photo by Ana Freire.

Sem comentários:

Publicar um comentário