domingo, agosto 27, 2017

Fighting the fire...

Fotos de paisagem humanizada. / Humanized landsacape photos.

É tão triste verificar, que parece existir uma indústria do fogo, no nosso país...
Uns morrem... outros ficam marcados, para o resto das suas vidas... outros perdem tudo o que têm... há os que arriscam a sua vida, para salvar outros e os seus haveres (na primeira foto, podem ver-se meios aéreos a fazerem descargas de água, relativamente próximo de cabos de alta tensão)... e outros fazem destas circunstâncias, uma oportunidade de negócio....
A área ardida no nosso país, só neste Verão, ultrapassou largamente, a área ardida ao longo dos últimos dez anos.
Tudo isto, é profundamente lamentável... e irremediável, nas próximas décadas... em termos humanos, económicos e ambientais... e aparentemente tudo continua ainda, sem quaisquer soluções à vista... por forma, a que os fogos de origem criminosa, conheçam uma considerável redução...
Termino, deixando o link com a minha sugestão musical de hoje... Sleeping At Last - In The Embers.
Fotos de Jorge Gonçalves.
"A política é desses incêndios que se acendem na casa do outro e quem arde é a nossa casa." (MIA COUTO, in "Vinte e Zinco").
A área ardida no nosso país, só neste Verão, foi bastante superior, à área ardida durante os dez anos, imediatamente anteriores. Tudo isto, é profundamente lamentável... e irremediável, nas próximas décadas... em termos humanos, económicos e paisagísticos... / The burned area in our country, only this Summer, was much larger than the area burned during the ten years immediately preceding. All this is deeply regrettable... and irremediable in the coming decades, in human, economic and landscape terms...
Combatendo o fogo - I / Fighting the fire - I

"
Policy is one of these fires that ignite in the house of the other, but what burns is our house." (MIA COUTO, in "Vinte e Zinco"; my own translation).
It is so sad to notice that there seems to be a fire industry in our country...
Some people die... others are marked for the rest of their lives... others lose everything they have... some risk their lives, to save others and their belongings (In the first picture, you can see, aerial fire-fighting means, making water discharges, relatively close to high voltage cables)... and others make from all these circumstances a business opportunity...
The burned area in our country, only this Summer, was much larger than the area burned during the ten years immediately preceding.
All this is deeply regrettable... and irremediable in the coming decades, in human, economic and environmental terms... and apparently everything is still going on, without any solutions in sight, in order that fires of criminal origin, can be considerably reduced...
And here it stays, my musical suggestion, for today... Sleeping At Last - In The Embers. (See the link above, on this post).
Photos by Jorge Gonçalves.

A área ardida no nosso país, só neste Verão, foi bastante superior, à área ardida durante os dez anos, imediatamente anteriores. Tudo isto, é profundamente lamentável... e irremediável, nas próximas décadas... em termos humanos, económicos e paisagísticos... / The burned area in our country, only this Summer, was much larger than the area burned during the ten years immediately preceding. All this is deeply regrettable... and irremediable in the coming decades, in human, economic and landscape terms...
Combatendo o fogo - II / Fighting the fire - II


64 comentários:

  1. Infelizmente
    parece que temos um País
    muito doente
    a começar pelo próprio Governo... Enfim

    E as fotos dizem tudo
    Beijinhos e uma feliz noite de aqui dos calhaus
    "desfumados".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, uma doença... proveniente de vários governos, acho eu... não se deve esquecer de quem achou, que os guardas florestais, seriam um desperdício de dinheiro para o país... mas de enorme conveniência, não os ter por perto... em determinadas circunstâncias... quando se provocam incêndios, com a facilidade, que temos visto, este ano... quando num lugar, se contam 47 focos de incêndio... algo se passa... de muito conveniente para alguns...
      Beijinhos, João! E agora que os calhaus estão "desfumados", nada melhor, do que celebrar tal... com uns fumadinhos saborosos, aí dessa zona... que são sempre uma verdadeira delícia e tentação...
      Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
    2. beijinhos Ana
      que realmente são uma tentação
      mas aqui o Joni que já anda nos 86,5 Kg ( -3,5 )
      resiste estoicamente
      ao sabor que se sente
      Miam schlurp e chupar os dedos Hé hé hé

      Boa e feliz noite.

      Eliminar
    3. Então... então... -3.5... foram dos ares da praia... :-D
      Há que repor as energias novamente... aí com as delícias, das regiões das Beiras... :-))
      Beijinhos, João! Daqui, da Aldeia do Ontem Trovejou a Valer...
      Ana

      Eliminar
  2. Terrível isso, Ana.
    Mas, independente de solução governamental, o incêndio criminoso é uma realidade.
    Morei em Brasília, uma cidade com baixíssima umidade do ar e com frequência o fogo começava com pontas de cigarros.
    Quem fuma não tem consciência de onde joga a ponta do cigarro, acesa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No nosso país, particularmente, este ano... o incêndio criminoso tem sido uma realidade, Liliane... pois a grande maioria, inicia-se pelas madrugadas dentro... e não pelo calor... que este ano, até nem se tem feito sentir, salvo alguns dias muito excepcionais em Junho, com a intensidade de outros anos...
      Embora muitos sejam provocados, por actos como os que menciona... com pontas de cigarro... por inconsciência ou descuido... este ano, a grande maioria foram mesmo intencionais...
      Muito obrigada, Liliane, pela sua amável visita e palavras!
      Beijinhos! Feliz semana!
      Ana

      Eliminar
  3. Tudo isso é mesmo muito triste e fica marcado de uma ou outra forma! Pena! bjs, linda semana,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E todos pagaremos a factura... em termos ambientais, sem qualquer dúvida, nos próximos anos, décadas... estas acções criminosas, não fazem mesmo nada de bom, pelo nosso país, e pelo nosso clima... mas indirectamente, podem influenciar resultados eleitorais... e nós, por cá, temos umas eleiçõezitas autárquicas em Outubro... e algumas autarquias tiveram largos prejuízos com os incêndios havidos, a vários níveis...
      Enfim... aí, como aqui... em nome da política... vai-se arrasando um país... de várias maneiras...
      Muito obrigada, Chica, pela sua simpática presença!
      Beijinhos! Boa semana, para todo o mundo aí...
      Ana

      Eliminar
  4. Enquanto uns perdem, outros ganham. Sempre foi assim e continuará a ser.

    One person’s loss is another person’s gain.

    Gostei da escolha musical.

    Há um novo presidente. Pensei que melhores decisões seriam tomadas. Talvez medidas preventivas possam ter seguidas no futuro. Entretanto, há perda de vidas e de bens. Muito triste.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre assim foi, de facto, Catarina... mas este ano, tais ganhos... custaram a vida de dezenas de pessoas...
      Temos de facto um novo presidente... bem mais empenhado que o anterior... em qualquer aspecto... e sempre presente, em todos os acontecimentos trágicos, que se têm verificado... mas de facto, até ao momento... ainda não se viram medidas concretas, para contrariar este mar de fogo, que invadiu o nosso país este ano, por todo o lado... esperemos que os resultados dos inquéritos, ainda a decorrer, apontem responsabilidades... e tragam medidas concretas para futuramente impedir que torne a acontecer outro Verão como este... onde quase todo o verde que havia neste país... praticamente desapareceu...
      Muito obrigada, Catarina, pela simpatia de sempre!
      Beijinho! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  5. A publicação faz todo o sentido, tal como a escolha musical que já "roubei". Sinto a mesma dor, a mesma tristeza, o mesmo pesar. Todos sentimos o mesmo! Como é possível?! Também já tratei, no meu blogue deste tema, a opinião de outros mas que subscrevo! O que penso?, é estranho tudo o que está a acontecer! Há muitos anos que vejo fogos horrendos mas este ano bateu o recorde. E porque será? Estou convencida, segundo o que ouço e leio, que é crime organizado. Há quem não governe nem permita que se governe! É preciso estragar o que uns fazem para que pareça incompetência, desacerto, desconcerto...
    Isto não é fácil de controlar, nem é preciso vir o terrorismo de fora... se os de dentro de casa são capazes disto! Tenho observado situações dentro de certas famílias ... que parece coisa de jihadistas. Note-se bem, dentro das próprias famílias!
    Isto é o delírio completo! com todas as fragilidades já existentes. Até parece que não existem preocupações ambientais! Um cenário de autêntica guerra!!! Já arranjaram uns quantos bodes expiatórios, dá sempre jeito nestas ocasiões; revoltados, doentes mentais ... Efectivamente, o que não faltam são mesmo pessoas com graves patologias a ocupar cargos importantes! Olhemos à nossa volta e mais longe ainda e vamos perceber que o planeta está a rebentar pelas costuras ....

    Mantenhamos um raio de esperança, um fio de luz acesa ... apostemos nas novas tecnologias, em gente nova, gente que anda a fazer coisas a bem da casa comum,talvez possam fazer algo por todos nós!

    Ana, deixo a minha opinião, vale o que vale! Beijinhos e até já!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde o trágico incêndio de Pedrógão... que não mais passou um dia, sem o país continuar a arder, em vários pontos... (curiosamente deflagram poucos incêndios, onde as temperaturas do nosso país atingem o seu máximo) e quando os incêndios deflagram de madrugada, por sistema... quando só num determinado local se detecta um número abismal de focos de incêndio... quando se parece fazer tal propositadamente, para que os meios existentes, simplesmente, não tenham hipóteses de se desmultiplicar, reorganizar, e chegar a todo o lado... estamos sem dúvida, perante crime organizado, e orientado para um determinado fim... de facto para como muito bem diz, PN... fazer parecer incompetência, desacerto, desconcerto... porque afinal todos estes acontecimentos, irão ficar bem frescos na memória de todos... à data das próximas eleições, mesmo no começo de Outubro... e tal... será convenientemente, do interesse de alguém... sobretudo daqueles que se viram sem possibilidades de governar, à data...
      Enfim... é o vale tudo eleitoral... sempre assim foi... e sempre assim será, cada vez com menos escrúpulos... e este ano... teve custos elevadíssimos, em vidas que se perderam... e em termos ambientais, mais particularmente... pelo que um número assim sucessivo e ininterrupto de incêndios... parece mesmo ser um servicinho encomendado, para um determinado fim... que acaba por dar lucro a muitas entidades privadas, que gravitam em torno destes tristes acontecimentos, no entretanto...
      Muito obrigada, PN, pela sua valiosa opinião, e considerações, que o tema lhe sugeriu, e que valorizaram imenso, esta nossa publicação, e reforçam a pertinência... e a insistência em torno deste tema...
      Beijinhos! Boa semana... e até já!...
      Ana

      Eliminar
    2. Ana, se tiver oportunidade de assistir aos programas que têm sido transmitidos na RTP1, sobre o ambiente, julgo que irá interessar-se. "AMANHÃ", transmitido a 28 de Agosto. Provavelmente até conhece. Estão a repeti-los. Para haver uma maior consciencialização das pessoas para o tema das alterações climáticas.
      Beijinhos, bom domingo e até já
      PN

      Eliminar
  6. Este ano parece estar a ser mesmo um inferno...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um inferno propositado... e conveniente... parece-me, Gábi!
      Afinal... temos eleições já no início de Outubro... e quer-me parecer... que este ano... até debaixo de chuva... continuarão a haver incêndios, até essa data...
      Muito obrigada, Gábi, pela tua simpática presença e comentário!
      Beijinhos! Boa semana!
      Ana

      Eliminar
  7. Triste e alarmemte situações assim. O planeta também sofre. Não é só o país mas todo planeta pede socorro.
    Tenha um finalzinho de tarde de Domingo feliz e que o início da semana venha abençoado. Fica na paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um estado de calamidade e de pura inconsciência, Lourdes... já que a grande maioria dos incêndios, por cá, são de origem criminosa... iniciando-se no "calor" das noites sem sol, nem altas temperaturas...
      Grata, Lourdes, pela sua atenciosa e carinhosa presença!
      Beijinhos! Desejando-lhe uma feliz semana...
      Ana

      Eliminar
  8. obrigada pelo comentário <3
    isto dos fogos é uma infelicidade tão grande e incontrolável... espero que as pessoas têm foco e fé e consigam recuperar o perdido!

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente este ano, houve vidas demais que se perderam... esperanças, expectativas e sonhos, que se esfumaram... e deve haver imensas pessoas, sem coragem para recomeçar de novo...
      Grata eu, pela tua simpática presença, Inês!
      Beijinhos! Boas férias!
      Ana

      Eliminar
  9. Había que hacer cortafuegos para que no se propague las llamas y además limpiar la maleza de los bosques.La extrema sequía unido a las altas temperaturas hace extremar la prudencia, una colilla mal apagada puede provocar un incendio.

    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vi essa técnica dos contra-fogos, ser brilhantemente usada, por bombeiros espanhóis que vieram ajudar os nossos bombeiros a combater algumas frentes de fogo, este ano, no nosso país... mas creio não ser muito utilizada por cá... cá, deixa-se arder tudo... até o fogo chegar a alguns lugares mais estratégicos e acessíveis... não admira que a área ardida, com esta técnica, este ano tenha batido records históricos... como os bombeiros não têm meios de ir atrás do fogo... espera-se que o fogo queime tudo numa área... e se encaminhe ele mesmo, para zonas onde os bombeiros já tenham alguma margem de manobra, com as possibilidades que têm...
      Mas como a grande maioria dos incêndios, têm início de madrugada... as causas naturais ou acidentais... estão postas de parte... a maioria, tem mesmo origem criminosa mesmo... infelizmente!
      Muito obrigada, Ventana, pela amável visita e comentário!
      Um beijinho grande! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  10. E Portugal, que está na moda (brasileiros e outras nacionalidades a comprarem casa em Lisboa e noutros locais emblemáticos), que ganhou e continua a ganhar n" coisas e que está cheio de afetos e em estado de graça, de repente, e inexplicavelmente, algo mto devastador, arruína e mata muitos. Os incêndios não dão tréguas. Ah, que não me venham com essa de quem não governa e não deixa governar, pke isso é uma afirmação primitiva, pré-histórica mesmo.
    Que os fogos não dão tréguas não dão, é uns a seguir aos outros, é uns que já se dão como extintos, mas recomeçam, que tem morrido mta gente, isso é verdade, que se têm perdido bens únicos, casas e animais, isso é tb verdade, mas como explicar tudo isto? Sinceramente, não sei, Ana e como em matéria de religião, ando repleta de dúvidas, nem entro por aí (se o Criador criou tudo, então, quem criou o criador)? E Deus está parado, assistindo a tanta crueldade?

    Penso que no caso dos incêndios, que têm assolado e devastado o nosso país, 90% são obra de mão criminosa, pelos mais diversos e mesquinhos interesses e isso É INACEITÁVEL, É DESUMANO! É pena que ainda não tenha sido apanhado ninguém em flagrante, porque, e como sou a favor da pena de morte, a criatura teria a mesma forma de morte, ou seja, seria queimado vivo. Eu não teria coragem de o fazer, mas haveria, decerto, quem tivesse, mas sendo uma autoridade, logicamente.

    O vídeo está em brasas, tal como as fotos, que tristemente captou, mas esperemos uma luz já amanhã, pke vai começar a chover e as temperaturas vão baixar.

    Grata pela sua visita e palavras simpáticas.

    Beijos e uma semana de tréguas, pelo menos!
    Beijinhos e

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E hoje em dia... o estar na moda... implica uma exposição excessiva... o que nos dias que correm, Céu, conforme vemos pelos acontecimentos ocorridos em Barcelona... Londres... ou Paris... queira Deus, que qualquer dia, tal não se venha a revelar demasiado dramático, para o nosso país... talvez por isso PP tenha apostado mais numa abertura asiática, do nosso país... com os vistos Gold...
      Os incêndios... a calamidade, a monstruosidade e o verdadeiro atentado ambiental, que se tem sucedido ininterruptamente, desde o grande incêndio de Pedrogão... e eu tenho para mim... que até à data das eleições... mesmo debaixo de chuva... continuarão a haver focos de incêndio... por este andar... e para manter o ritmo... um pouco por todo o lado... só numa determinada localidade, um autarca afirmou terem contado as autoridades, apenas numas horas antes, 47 focos de incêndio... o que é bastante curioso... é que no nosso Alentejo tão abrasador... pouco arde... em comparação com o norte e sul do nosso país... onde realmente... reordenar... requalificar... reestruturar... andam na ordem do dia... para construção... plantação de eucaliptos... enfim... para o que mais for conveniente, para servir alguns interesses particulares... que gravitam em torno de causas públicas...
      Não tenho a menor dúvida de que, quando a maioria dos incêndios se iniciam, no calor das madrugadas... tenham origem propositada, intencional... e muito bem pensada e orientada...
      Não me convencem, de que nas nossas matas... anda um bando de doidos, à solta, a correr pelos montes, na calada da noite, a deixar incêndios, por tudo quanto é canto, de norte a sul... simplesmente são meros executantes... de um servicinho, que lhes foi encomendado... e lhes foi pago, de alguma forma... tão simples quanto isso... e em caso de serem apanhados... só nessa altura... é que se lembram... como conveniente fuga a todas as responsabilidades, de que não estavam muito bem da sua cabecinha... no limite... ninguém praticamente nunca está verdadeiramente bem da cabecinha... e talvez por isso... sejamos um país, onde nunca há responsabilidades a imputar a ninguém...
      E os que são suspeitos de atearem fogos... é curioso, como alguns... até são reincidentes... pois deve ser uma actividade que compensa... além de que a moldura penal... continua demasiado branda... e não os desincentiva, de continuar tais práticas... e por isso... muitos... continuam a ser malucos por convicção... e vão ateando fogos... até mais não... :-)
      Este ano... a inconsciência... custou imensas vidas, uma impensável área ardida... mas ficou na memória de todos, e tem dado os seus lucros... pelo que tal assunto... ainda pode influenciar votos e decisões... e só por isso... creio que por Setembro adentro... outros incêndios ainda ocorrerão...
      Muitíssimo obrigada, Céu, pela sua amabilidade de sempre, atenção e disponibilidade, por aqui, neste nosso cantinho... e pelas suas pertinentes considerações, que muito aprecio e respeito...
      Um beijinho grande! Continuação de uma excelente semana... esperando que as obras tenham decorrido muito bem, e estejam a contento... apesar de tantos inconvenientes, que sempre ocasionam...
      Tudo de bom!
      Ana

      Eliminar
  11. Este governo da GERINGONÇA só nomeia comissões de inquérito.
    Depois de meses de "árduo" trabalho para produzirem uns relatórios que rapidamente metem na gaveta.
    Quem não permitiu a maioria da coligação PSD/CDS deve estar "FELIZ" !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma coisa é certa, João... a inconsciência política é transversal a vários governos, e cores políticas... O PS, começou por acabar com os guardas florestais... O CDS/PSD (eu tenho para mim, que quem mandava ali, na coligação era mesmo o Dom Irrevogável Portas), não foi de modas, com o radicalismo que sempre se lhes conheceu... desmantelaram TODOS, mas TODOS os serviços florestais!...
      Todos eles, bem se podem felicitar entre si, pela asneira feita... com os dramáticos resultados que temos à vista... mas certamente, fizeram muitos amigos felizes... com maiores piscinas, jeeps, viagens... e favores especiais... com os lucros que a indústria dos incêndios tem rendido... aos particulares, que gravitam agora em torno do negócio do fogo... e que qualquer dia, lhes pagarão os favores com algum cargozito, numa qualquer empresa... nos intervalos da política...
      Tanto meio aéreo se negociou... tanto contrato... tanto piloto se formou... e actualmente quando se quer um avião para combater incêndios... temos que pedir pelo amor de Deus, à França, à Espanha, ou a Marrocos!
      Vergonhoso!
      Para mim, era já a tropa e a Força Aérea, que deviam patrulhar matas,
      ajudar a combater incêndios... não havia cá mais entidades particulares, metidas nestes assuntos... e as áreas destinadas a plantação de eucaliptos, deveriam ser restringidas... não estamos na Austrália, afinal de contas...
      Para mim, João... são todos eles iguais!... Enquanto não se mostrarem diferentes!... :-D
      Muito obrigada, João, pela amável visita, e comentário!
      Beijinhos! Desejando-lhe a continuação de uma feliz semana, e de umas boas férias...
      Ana

      Eliminar
  12. Uma triste realidade que parece não ter fim...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  13. É muito triste!
    Se cada suspeito que apanham os queimassem um pedaçinho do corpo que fosse, tenho a certeza que nunca mais o fariam. Andei em pânico quando aconteceu aquela tragédia em Pedrogam. À quase 8 anos sofri um acidente onde queimei 35% por cento do copo. fiquei com marcas profundas para toda a vida. incluindo o pescoço. Qual a mulher que não gosta de um lindo decote? O meu está marcado profundamente. Isto, para dizer que esses assassinos se soubessem o que sofrem os queimados, jamais poriam vidas em risco.

    Há uma semana andou fogo aqui pertinho e eu entrei em pânico, estou longe do perigo, mas onde existirem terras com pastagens secas, as fragolas atacam. Felizmente que apareceram helicópteros e resolveram o assunto. Mas não estamos livres.

    Como dizes, e bem, não conseguem encontrar soluções!
    Desculpa o meu desabafo. Mas tratando-se de fogo e feridos, consigo colocar-me na pele de quem sofre. :'(


    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  14. Infelizmente têm sido tragédias atrás de tragédias, descobrimos alguns (muitos) heróis.. mas que não seriam necessários, caso não existissem pessoas mal intencionadas..
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  15. Ai, tão triste tudo isso! Uma situação totalmente sofrida e cruel!...
    Haja consciência e que venham medidas adequadas.

    Um forte abraço

    ResponderEliminar
  16. Existe uma enorme máquina montada de interesses... Mais não digo, hoje fico-me por aqui, pois corro riscos de ser perseguido pela "PIDE"
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Olá Ana

    Li por aqui...algo sobre a escolha musical
    mas eu nada oiço
    porque será?

    Sinto a mesma tristeza, uma grande revolta por não ver os incendiários serem devidamente castigados

    Também já abordei num dos meus blogues este tema!

    Ainda há quem fale sobre o terrorismo islâmico e critique
    MAS...e, o terrorismo cá dentro, como é?
    Enfim...
    sem mais comentários!

    Acho muito saudável a interacção das pessoas nos blogues
    Passei por Arcos de Valdevez, pela 2ª vez
    mas é sempre um passeio rápido de algumas 3 horinhas apenas
    No entanto estive dentro do "Posto de Turismo" a pedir informações
    e juro que LAMENTO que as pessoas que trabalham nestes lugares
    NÃO SAIBAM DAR todas as informações
    que podem ser interessantes para qualquer turista
    que visite a região e desconheça os hábitos

    EU ADORAVA trabalhar num lugar desses
    Com toda a certeza iria ser muito útil nas informações que daria ao público!

    Se não fosse uma outra pessoa que visitou e comentou o meu post
    a falar-me sobre os rebuçados de Arcos, enormes e embrulhados em papel colorido - nunca iria saber que existem
    Os meus posts ultimamente, têm sido focados na realidade deste País
    daí que no blogue:
    http://pensamentosimagens.blogspot.pt/
    mostro imagens da desgraça que tem sido os incêndios neste VERÃO.

    E, no outro blogue:
    http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/
    falo de algo que nunca vi ninguém abordar
    "Pousadas da Juventude"...

    beijinho da Tulipa

    ResponderEliminar
  18. Ana é realmente desesperante e incompreensível que não se encontre uma solução, que não haja um fim à vista, que haja um destino ao qual não é possível fugir e, o que é msis grave, que o flagelo esteja a ser banalizado.
    Tenho muita vergonha.

    ResponderEliminar
  19. Durante um período de extremo calor há a responsabilidade humana de cada indivíduo para prevenir ou minimizar o risco de fogo.Um incendiário é uma pessoa maliciosa mas também alguém que deita fora uma beata ardente ou mesmo uma garrafa abandonada na mata são atos sem pensar mas com consequências mortais.

    ResponderEliminar
  20. The fire sometime is very bad! This is so true

    ResponderEliminar
  21. It is sad...
    Happy new week!
    Greetings!:))

    xxBasia

    ResponderEliminar
  22. Olá, Ana!

    Lendo o meu comentário, verifiquei que não há concordância entre o verbo e o determinante artigo indefinido, que se lhe segue, assim, o correto é: são uns a seguir aos outros e não é uns a seguir aos outros.
    As minhas desculpas!

    Beijinho e boa semana.

    ResponderEliminar
  23. Estive a ler todos os comentários, Ana, e não acredito na ponta de cigarros deitada para o chao; aconteceriam dois ou 3 pequenos incêndios, causados por esse decuido e facilmente seriam extintos; sou de opinião que é uma máfia criminosa que incendeia por piro interesse económico ou então para culpar o governo; estamos perto das eleições e tudo vale para que ganhem uns e percam outros. O ser humano é terrivel em certos aspectos e não olha a meios para atingir os seus fins; mata por nada ao contrário de todos os outros animais que só o fazem pela sobrevivência. Ana, obrigada pelo tema tão pertinente e que nos deve mobilizar a todos para que a situação se inverta. Mas.... somos pequenos demais perante tão poderosa máfia. Beijinhos, amiga e tudo de bom!
    Emilia

    ResponderEliminar
  24. Oh sweetheart this is so sad
    But this is the truth~
    Great post like always

    ResponderEliminar
  25. Bom dia querida Ana.
    Infelizmente alguns seres humanos não tem consciência nem coração. Visa apenas o interesse próprio. Colocando em risco a vida de muitos. Uma feliz semana. Espero que a sua mãe esteja a se recuperar sem complicações. Forte abraço.

    ResponderEliminar
  26. Uma tragédia tão triste, tão inquietante. Custa a creditar que isto tudo seja um negócio, ou malvadez de alguns. Ao longo de anos o interior do país foi-se despovoando e as matas deixaram de ser limpas e nos baldios plantaram-se árvores... Tinha que haver vontade política para alterar este estado de coisas... Mas é o que sabemos. E a nossa floresta está irremediavelmente queimada em muitos e muitos hectares...
    Gostei deste teu alerta, Ana.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  27. Triste e cruel realidade da tragédia que se abateu sobre nós...e nada se fez!
    Fotos reais de um impacto imenso!
    Um grito de alerta nestas tristes fotos !

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  28. Boa tarde Ana,
    Diz praticamente tudo o que penso sobre os fogos que este ano assolaram de forma trágica o nosso tão lindo País!
    Que haja mão e bom senso para evitar tão grandes males!
    As fotos estão magníficas e a música é maravilhosa. Faz reflectir.
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  29. Dois belíssimos olhares!!!
    Sentimos isso na pele pois arderam terrenos em redor da nossa aldeia e a desolação entra diariamente em nosso olhar ... Bj

    ResponderEliminar
  30. Show de imagens amei, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  31. É pena o motivo que permitiu fazer as fotos, mas estão espectaculares!

    Beijinhos e continuação de boa semana:)

    ResponderEliminar
  32. Oi Ana já vim aqui antes e pensei ter deixado um comentário.
    Terrível tudo isso mesmo as imagens ficando tão bonitas.
    Mas poderia ser ainda mais. se não existissem o fogo que queima
    Vi seu comentário lá. E gostei de ir nos postes mais antigos e
    conhecer um pouquinho mais de mim. Bjs querida amo vc e Deus ainda mais.

    ResponderEliminar
  33. Olá, a indústria do fogo tem todo interesse nos incêndios, mas não é só esta, os adeptos e submissos do diabo, que também tem interesse em desestabilizar, mais de 40% dos incêndios começaram de noite, o que significa que houve crime, a justiça não se deve limitar a uma única conclusão, que é, "os incendiários estavam alcoolizados ou são portadores de problemas" psiquiátricos, e os mandatários onde ficam no meio disto? investiguem e vão concluir que existe mão do diabo.
    Escolha musical é de bom gosto, continuação de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
  34. oi amiga

    A poluição é algo que faz mal a natureza e para os seres vivos.
    Lamentável.

    Como a mamis está?

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  35. Um negócio que nos envergonha a todos... -.-

    ResponderEliminar
  36. É uma vergonha, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  37. Boa noite, querida Ana!
    Obrigada por tantos comentários e fico muito feliz pelo seu carinho fraternal...
    Quanto aos incêndios, fico penalizada demais porque amo Portugal e aí fui muito feliz por 15 dias... Sinto tristeza imensa...
    Seja abençaoda e feliz!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
  38. Bom dia Ana,

    Quando o ser humano tiver a consciência do estrago que vem fazendo a longos anos será muito tarde.
    E a sua mãe como esta se recuperando, espero que esteja melhor.
    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  39. Acompanhamos daqui, aliás o mundo inteiro deve ter acompanhado. Mas é desolador, aterrorizante e incompreensível o ponto que chega a mente humana à arquitetar tragédia desse porte. Ficamos solidários com Portugal, bem que isso de nada adianta, são manifestações de afetos que caem no plano das emoções. Que Portugal se recupere, que os Portugueses tenham a resposta que procuram: por quê e quem! Que encontrem paz e que cheguem à verdade para que não se repita tal tragédia.
    Beijo, Ana.

    ResponderEliminar
  40. Oi Ana mora em Brasília, aqui estamos em alerta com a umidade relativa do ar em baixa,
    correndo sérios riscos de saúde, e ainda, acompanhada de muita fumaça tudo piora. Aqui no cerrado são várias as causas dos incêndios que vai da falta de consciência do homem que acaba por cometer estes crimes até fatores naturais. Neste site (http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/o-fogo-no-cerrado.htm) tem muita informação sobre o bioma) Mas é muito triste ver tanta destruição perdemos flora e fauna. Até quando...

    ResponderEliminar
  41. Olá Ana, é realmente muito triste e apavorador o que acontece ai na sua região, vidas dizimadas por crimes dessa natureza, é inconcebível a maldade humana, o que se passa numa mente tão doentia ? Espero em Deus que essas debelados, uma ações criminosas sejam debeladas...
    Um abençoado fim de semana com muita paz .

    Bjss!

    ResponderEliminar
  42. É sem dúvida uma triste realidade, infelizmente existe uma "indústria do fogo" e existe também um enorme desinteresse em combater o problema dos incêndios. É uma realidade instalada e que em breve é esquecida, só voltando a ser lamentada no próximo verão.
    Excelente post, Ana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  43. Ana é com grande tristeza que venho acompanhando estes episódios do fogo.Os efeitos serão terríveis amiga e há que se cobrar ações para coibir estes incêndios assassinos.O estado onde nasci(Minas Gerais) tem sofrido muito com incêndios no período de verão e que atribuem a efeitos naturais e já faz tempo que este fenômeno acontece e não vejo nenhum tipo de ação, para prever e combater no evento. Muito triste Ana esta inércia.
    Meu terno abraço.

    ResponderEliminar
  44. E o pior de tudo é que, a tragédia não fica circunscrita às mortes, as perdas... ao que arde... ao momento. O seu impacto perdura nos sentimentos, na memória... na natureza, durante muitos anos.
    [Apesar da carga emotiva, da seriedade do assunto, gostaria de elogiar a sugestão musical e de destacar, sobre tudo, a segunda fotografia. Um abraço ao Jorge!]
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  45. Esta temática dos incêndios é-me muito, mesmo muito cara sob e sobre todos os aspectos: ambiental, económico, humano e vital dum modo geral. De resto há anos que tenho vindo a escrever algumas coisas ao respeito e entretanto já deixei de sequer conseguir ver noticiários televisivos, tão só por esta espectacular e industrial questão dos incêndios florestais. Pelo que recentemente até compilei uma série de textos que fui escrevendo, complementei-os com uma introdução a fazer comum ligação entre eles para com o objectivo de os enviar a uma série de entidades instituições, incluindo diversos meios de comunicação social, neste caso a criticar o para mim ridículo que é antes mesmo de haver incêndios já haver mediáticas previsões de risco de incêndio, quando estas últimas senão incentivam pelo menos também não ajudam em nada a evitar o fogo _ de resto nunca ardeu tanto quanto desde que há mediáticas previsões de risco de incêndio, com ênfase sobre o calor de Verão que sempre existiu, ainda nem sempre com tantos incêndios e até há cerca de duas décadas atrás também sem ditas previsões de risco de incêndio com mera base na meteorologia _ como se a meteorologia fosse a culpada dos incêndios, quando apenas propicias as condições climáticas para. O que subsequentemente enviei-o também para a Autoridade Nacional para a Protecção Civil, que a meu ver esta última também deixa muitíssimo a desejar a este nível de previsão e combate a incêndios, além de para a Liga de Bombeiros, que neste caso representa quem enfrenta o fogo de frente e mas segundo tenho entendido nem sempre com a devida autoridade própria para o fazer como, quando e onde acha melhor!
    Enfim uma verdadeira tragédia ambiental, humana e vital, de base nacional; que redunda num mediático espectáculo e multimilionário negócio em que anda muita gente e muita instituição a comer à conta, ano após ano, com pouca ou nenhuma vontade de se lhe por cobro.
    Abraço de gratidão para quem como a Ana partilha esta preocupação e desde logo para quem de facto combate verdadeiramente os incêndios.
    VB
    VB

    ResponderEliminar
  46. Quem é o incendiário? Todas as conjeturas são plausíveis. Queimam o país com fins obscuros. Assistimos impotentes. É uma dor coletiva.
    Beijinho, Ana.

    ResponderEliminar
  47. É realmente lamentável como a ganância do homem destrói tudo à sua volta... Queimam florestas, queimam dinheiro, destroem nações...
    Eu sempre me pergunto: "Como conseguem deitar e dormir?".

    Ana, sei que já tinha comentado na postagem anterior, mas suas fotos sempre causam sensações. Por isso, deixei novamente um comentário lá.

    Abraços esmagadores.

    ResponderEliminar
  48. Desolação. Ainda mais com as perdas de vidas, o maior flagêlo. Ao menos que se aprenda com isso!
    :(

    ResponderEliminar