terça-feira, janeiro 24, 2017

Holding...

Fotos de objectos. / Objects in photos.

Para não esquecer...
"Se chegar ao fim da corda, dê um nó e aguente." (THOMAS JEFFERSON, 1743 - 1826).
E a minha sugestão musical de hoje, aqui fica... Resistência - Vai Sem Medo.
Foto de Ana Freire.

Para não esquecer... / Not to forget...
Aguentando... / Holding...

Not to forget...

"When you reach the end of your rope, tie a knot in it and hang on." (THOMAS JEFFERSON,  1743 - 1826). 
And my musical suggestion for today, here it stays... Resistência - Vai Sem Medo. (See the link above, on this post).
Photo by Ana Freire.


57 comentários:

  1. Eu amarro um monte de nós, quando cheguei ao final da :) estrada. Bela canção. Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há sempre algo para nos agarrarmos até ao fim... desde que assim queiramos...
      Grata pela gentil visita e comentário, Giga!
      Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  2. Los diferentes colores y texturas hacen una imagen muy interesante.

    Vivir sin miedo es fundamental para afrontar la vida.

    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Ventana!...
      Se vivermos no medo... jamais teremos vivido...
      Grata pela simpatia de sempre!
      Beijinhos!
      Ana

      Eliminar
  3. O medo muitas vezes impede de seguir em frente...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o nosso percurso poderia ser tão diferente... para melhor! Há sempre 50% de hipótese pelo menos, de assim o ser...
      Beijinhos, Isa! Grata pela tua constante presença e simpatia!
      Ana

      Eliminar
  4. Gostei muito da fotografia, as cores cativam-me.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Olívia!
      Fico feliz pela foto ser do teu agrado!
      Beijinho
      Ana

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Quando os melhores se juntam... dá nisto... e ainda bem!
      Muito obrigada, HD! Beijinho!
      Ana

      Eliminar
  6. Foto e música lindas! bjs ainda praianos,quaaaaaaaaaaaaase acabando! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pela atenção e carinho de sempre, Chica!
      Beijinhos! Bom regresso!
      Ana

      Eliminar
  7. Esta foto é carregada de história.Adorei

    Beijinhos-Parabéns pela escolha musical

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Cidália!
      Cordas... que já aguentaram muito... e em duras circunstâncias... como é a dura faina dos pescadores...
      Beijinhos! Continuação de uma feliz e inspirada semana!
      Ana

      Eliminar
  8. Gosto do olhar...adorei o pensamento e o som foi uma boa escolha!
    Esse pensamento é seguido à risca! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que acreditar sempre até ao fim!... Senão... não temos mesmo nada a que nos agarrar...
      Muito obrigada, Graça! Fico muito contente, pelas minhas escolhas serem do seu agrado!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  9. Fica mais para a noite o comentário.
    Vou jantar e sair a seguir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É quando quiser e puder, João!...
      Beijinho
      Ana

      Eliminar
  10. obrigada pelo comentário <3
    adorei essa citação, incrível! :)

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata eu, pela tua simpática presença, Inês!
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
  11. Algumas vezes é preciso amarrar bem forte para não perder a coragem a aguentar os desafios do caminho.
    A foto ficou bem interessante.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais... aguentar firme até poder...
      A imagem... de umas cordas... que trazem presas a elas a vida e o sustento, de quem as utiliza... pescadores!
      Grata pela amável visita e comentário, Sônia!
      Beijinho!
      Ana

      Eliminar
  12. Uma foto de corda e baraços. Muito original, sim senhor!!
    Bjos ; )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cordas de pesca... certamente com muitos episódios de vida bem dura, que já terão presenciado... e poderiam contar...
      Muito obrigada, Catarina!
      Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  13. Cheguei !

    Tudo que com a água se relaciona, EU GOSTO !
    E esta está bem captada, como é teu hábito.

    um beijo amigo, Ana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, João!
      Fico feliz, pela imagem ser do seu agrado!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  14. E que é um bom conselho
    isso é ´-`````


    Beijinhos de aqui dos Calhaus da Serra
    e um feliz dia também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então não é?
      Apenas para largar... em caso de pouco amor à vida... se delas dependermos...
      Beijinhos daqui, da Aldeia da Idade Do Gelo...
      Continuação de uma boa semana, João!
      Ana

      Eliminar
  15. Adoro a imagem e vai um pouco ao encontro do meu post de hoje: acreditar, não desistir, ter força de vontade. É quase como unir as pontas, dar os nós para não quebrar!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais! Adorei a tua interpretação da minha foto, Aninhas!...
      Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  16. Excelente postagem, gostei bastante da fotografia bem como da musica.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar || Dedais de Francisco e Idalisa || Livros-Autografados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente, pelo post ser do seu agrado, Francisco!
      Um grande abraço! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  17. Bom dia, Ana
    Essa foto, interessantíssima, faz lembrar a enorme quantidade de nós que temos que desatar ao longo da vida...
    Gostei do vídeo, que não conhecia.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como a vida... que nos apresenta alguns nós para desatar... e outros a que nos devemos agarrar... assim saibamos distingui-los... e na altura certa... para fazermos o melhor uso da corda... que a vida nos dá...
      Grata pela sua gentil presença, Mariazita!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  18. Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Elvira!
      Beijinho! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  19. Respostas
    1. Se depender da corda... vale uma vida... :-)
      Muitíssimo obrigada, Alfacinha!
      Um grande abraço! Continuação de uma boa semana!
      Ana

      Eliminar
  20. Oi Ana;
    E assim vamos andando...
    Dando nós.
    Essa imagem ficou belíssima.
    Acho que a minha primeira visita já neste ano k.
    Como estão as coisas do lado de lá.
    Por aqui o país anda ao avesso, um desemprego jamais visto, mas
    fazer o que né... vamos dando nós.
    Abraços aos que compõem o seu blog, e um bom finzinho
    de janeiro.

    ResponderEliminar
  21. Já não sei há quanto tempo não ouvia os Resistência ♥ obrigada :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. E que não falte a força para aguentar. :)

    ResponderEliminar
  23. Olá, Ana!

    Que "Resistência", Virgem Santíssima (rs)!

    Frase bem escolhida, mas que não "combina" comigo, nem tem de combinar, ora essa, note-se, pke no final das cordas, que existem por aí e por aqui, a gente, não pode dar mais nós, nós físicos. Anímicos, sim!
    Como não sou de medir forças, pke é, em minha opinião, "deitar pérolas a porcos", costumo deixar k os outros levem a "taça", pke fazer alguém "feliz" e demonstrar-lhe que está a pensar "corretamente", é melhor k teimar e é isso que eu pretendo fazer sentir ao outro, e que sei k sente.

    Já conheço o grupo, ou seja: "A Brigada do Reumático" (eu sou bué "nova") e dali, "aproveita-se" o Miguel Ângelo. São uns "marginais" competentes, em matéria de música, acrescento.

    Qto à foto, acho k está mto bem "apanhada", mas fiquei um bocadinho "embaraçada", embora não sejam propriamente baraços, k aqui vi. Parabéns, pke a fotografia tem qualidade e combina, na perfeição, com o teor do post. (E NÃO CONSEGUI SER MAIS SINTÉTICA. OH)!

    Beijinhos e dias bem melhores k o de hoje, que está de esquecer.

    ResponderEliminar
  24. Coisas simples que por vezes não pensamos nelas... realmente é uma boa sugestão para os nossos dias, para muito boa gente e que nem pensem em roer a corda... rsrsrs
    Belas cores das cordas. Bela foto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Gostei muito do post! Frase, música e foto ótimas!
    Precisamos prosseguir sem medo...............................
    Beijo e uma PAZ bem GRANDE...

    ResponderEliminar
  26. Gosto deste enleio de cores usadas pelo tempo que nos prendem os sentidos...

    ResponderEliminar
  27. Parabéns, Ana. pela bela e criativa foto.
    Abraços.
    Pedro.

    ResponderEliminar
  28. Boa noite querida Ana.
    Amei a frase, temos que mesmo segurar firme quando queremos chegar a algum lugar ou aguentar mais um pouco e no final realizar os nossos sonhos, a sua frase pra mim foi um incentivo. Uma linda foto. Uma feliz quinta- feira para todos. Enorme abraço.

    ResponderEliminar
  29. Boa noite, Ana, adorei o post, e a escolha musical é linda.
    Assim é a vida desamarrando os nós para podermos seguir em frente.
    Beijinhos!!
    kellyrlopes2015.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  30. O que anima a sociedade é a corda, não é? que, hoje em dia, travestiu-se de bateria, para que não se acabe a corda Assim, o tempo passa mais rápido; eu gosto dizer à moda antiga, adverbialmente: rapidamente. Eu que pressinto ter já pouca corda, prefiro a antiga. Adiante.
    Em acabando a corda a gente ainda pode fazer um nó corrediço ao tirano, o que não é possivel com a bateria que nos deixa dependurados...
    Para não esquecer.
    Como dizia o outro:
    - acorda, Zé! aguenta, Zé!!!

    Foto interessante.
    Bj, Ana.

    ResponderEliminar
  31. Apreciei a criatividade para a resistência da rotina
    que há na vida...
    O vídeo-música muito de bom gosto!
    A foto arte belíssima, quase um bordado nas fibras de
    Ser nas cordas da vida!...
    Um beijinho de imensa admiração, Ana.

    ResponderEliminar
  32. A foto é altamente sugestiva, Ana. De uma beleza extraordinária. Vamos chegar ao fim da corda, mas somente será possível aguentá-las se não estiver atada ao pescoço. Nem a carícia do vento nos salvará depois. Mas sei o há outro(s) sentido(s) para a imagem.
    Abraço afetuoso, Ana!

    ResponderEliminar
  33. Epa, estou muito descuidado com os meus enunciados. Leia-se será possível aguentá-la se não estiver atada...
    Mas sei que há outro(s) sentido(s) para a imagem.
    Acho que foi pretexto para voltar mais rapidamente à sua casa e repetir as pegadas (risos).
    Um abraço,

    ResponderEliminar
  34. Frase muito bem escolhida. E aguente! Amei seu post!!

    ResponderEliminar
  35. Gosto de fotos assim, Ana. E gostei, também, da harmonia das palavras com a foto.

    ResponderEliminar