domingo, janeiro 04, 2015

Let's go!... Once again...

Fotos do litoral. / Sea coast photos.

E eis que o Novo Ano, já aí está... exigindo, sem pedir licença, que nos deixemos ir... acompanhando-o numa nova aventura...
Um Novo Ano, representa tão somente uma nova oportunidade...

Uma nova oportunidade... de ir... voltar atrás... escolher... agradecer... decidir... perdoar, ou não... querer... tentar... conseguir... celebrar, ou não... mas acima de tudo, uma nova oportunidade de viver... e sentir...
Juntemos a vontade de ir... com a vontade de rir, para celebrar a vida, e fintar as tristezas do passado... e deixemo-nos ir, neste Novo Ano, esperando que as nossas escolhas, nos levem a um bom porto... afinal, está nas nossas mãos, o leme... para decidir o nosso percurso...

Foto de Ana Freire... e por aqui, deixo a sugestão de uma música, que aprecio imenso, já com alguns anos, mas sempre intemporal... Tim e Companheiros de Aventura - Homem do Leme (com Teresa Salgueiro), aqui fica o link.


E eis que o Novo Ano, já aí está... exigindo, sem pedir licença, que nos deixemos ir... acompanhando-o numa nova aventura... Juntemos a vontade de ir... com a vontade de rir, para celebrar a vida, e driblar as tristezas do passado... e deixemo-nos ir, neste Novo Ano, esperando que as nossas escolhas, nos levem a um bom porto... afinal, está nas nossas mãos, o leme... para decidir o nosso percurso... / And here it is... the New Year... demanding without asking for permission that we should let ourselves go...  and we should following it, on a new adventure...  Let us join the desire of going... with the will to laugh, to celebrate life, and to dribble the sorrows of the past... and lets go, on this New Year, hoping that the choices made, lead us to a safe harbour... after all, it is in our hands, the helm... to decide our course...
Uma vontade de ir... / A will of going...

And here it is... the New Year... demanding without asking for permission that we should let ourselves go...  and we should following it, on a new adventure...
A New Year, represents a new opportunity, once again...

A new opportunity... to go... to turn back... to choose... to thank... to decide... to forgive, or not... to want to... to try... to achieve... to celebrate, or not... but above all, the New Year, represents a new opportunity to live... and to feel...
Let us join the desire of going... with the will to laugh, to celebrate life, and to dribble the sorrows of the past... and lets go, on this New Year, hoping that the choices made, lead us to a safe harbour... after all, it is in our hands, the helm... to decide our course...

Photo by Ana Freire... and here I leave, the suggestion of a song, which I appreciate a lot, although it has a few years now... but which is always timeless... Tim and Companheiros de Aventura - Homem do Leme (with Teresa Salgueiro). Here it is the link, (see it above, on this post).


24 comentários:

  1. É bom ter um Ancoradouro
    pois partir ou regressar

    um bom Porto há que encontrar...~_*

    Feliz Ano Novo
    e um xoxo enorme de aqui dos calhaus da Serra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade, João!...
      Um bom Porto, há que encontrar... há uns joguitos atrás, o meu FCP, também andou meio estremecido, mas agora também ele voltou ao bom caminho, este fim de semana...
      Brincando... para fazer cócegas à vida...
      Bom Ano, João! Que deve estar com um bronze de fazer inveja, calculo, trazido aí das praias do Sol... mais a Sul...
      Um big xoxo, aqui da Aldeia dos Pinguins...
      Ana

      Eliminar
  2. Os motivos para rir não me parece que sejam muitos, mas vamos tentar não perder qq oportunidade que surja ao dobrar da esquina !

    Um beijo, Ana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É precisamente, quando os motivos, não são muitos, que rir ou sorrir, se torna mais necessário ainda, para voltar a colocar as tristezas no seu devido lugar, e não deixar que elas ganhem o protagonismo, que não merecem na nossa vida...
      Há sempre motivos para sorrir, João, e às vezes temos que ser nós, a ir atrás deles... e de certeza que muitas oportunidades surgirão, para o João sorrir, ao longo do ano...
      Beijinho. Haja saúde... e o resto... logo se vê... um dia de cada vez...
      Ana

      Eliminar
  3. Adoro esta parte de Lisboa, talvez porque é um local que me faz lembrar partidas e chegadas, uma zona que junta muita gente admirando o horizonte, onde passam veleiros , onde as gaivotas fazem voos rasantes e onde há sempre alguma animação que nos entretêm e que nos fazem pensar que a vida é isso mesmo, chegar, contemplar e partir, é o eterno ciclo de vida!
    Um excelente ano para ti!

    Beijos Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto imenso desta zona de Lisboa, sempre de paragem obrigatória, quando vou para estes lados, Manu!
      E entre o chegar, e o partir, há que ficar, viver, e apreciar, o máximo que se puder...
      E adiar a partida, o máximo que se conseguir... Como dizia o Seguro... Qual é a pressa?...
      Beijos. Bom Ano!
      Ana

      Eliminar
  4. sem dúvida podemos usar o inicio de um novo ano para lançarmos-nos em novas aventuras. é um pretexto como qualquer outro. :)
    mas é sempre bom ter um porto onde regressar para "recarregar as baterias"!
    excelente enquadramento nesta imagem. muito bem escolhido o tema do Tim, que eu também adoro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo, Paulo!
      Um porto de abrigo, tem sempre o mesmo sabor, que a última Coca-Cola no deserto...
      Pareceu-me a imagem ideal, para combinar com esta versão, da música do Tim. Ouvi-a a semana passada, e continuou a martelar-me cá dentro, por estes dias...
      Abraço!
      Ana

      Eliminar
  5. Talvez não tenhamos tantos motivos para rir, mas sorrir melhora a alma e com a esperança os rostos voltarão a emitir emoções mais fortes e sinceras.
    Salve 2015 com saúde e fé!
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quando há menos motivos para rir... é mesmo, quando um sorriso faz sempre mais falta...
      Nós melhoramos... por dentro e por fora... e tudo à nossa volta, melhora também...
      Bom Ano, Teca! Que seja bem melhor que o anterior...
      Tudo de bom! Beijos.
      Ana

      Eliminar
  6. Ou vai a nado, ou está à espera do Hippotour, ou então do submarino do Portas...

    Saudações aquáticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se for de cacilheiro... já não é nada mau... sempre devem ter menos ferrugem, que o submarino... que acho que já nem se mexe, por falta de combustível...
      Saudações risonhas...
      Ana

      Eliminar
  7. Mas para quê, que andou com esta conversa toda?
    Mas para quê, que andou a retratar o barquinho?
    Mas para quê, que andou a retratar um dos pilares do Cais das Colunas?
    Mas para quê, que andou a retratar o rio Tejo?
    Mas para quê, que andou com este trabalho todo, quando o que realmente lhe interessava, era ficar com uma fotografia do traseiro do homem?

    Mas para quê, que vai agora dar-se ao trabalho de dizer que não é nada disso?
    Assuma! É traseiros que quer e que gosta. Não é? Não tem mal nenhum disso. Cada um é como é. Não vai ser por causa disso, que vamos deixar de sentir menos simpatia e menos carinho pela Ana.
    :-P

    Agora quero ver como vai descalçar esta bota.
    :-D

    Seja muito bem-vinda ao "meu" ano e mundo de 2015. E posso começar o ano, por lhe agradecer que ainda continue desse lado, a publicar, a fotografar, a partilhar e a dar alegrias e sorrisos. No meio deste jardim que é a Internet, onde por vezes existem algumas e grandes ervas daninhas, a Ana será claramente uma Gipsofila, em que de um único pé, dá imensas flores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu só estava a tentar ver, o que é que o senhor estava a ler... e que trazia no bolso detrás das calças...
      É óbvio, que tudo o mais, era só paisagem, para encher a fotografia...

      A Internet, lá por ser virtual, Remus, também não deixa de ser real... porque se trata de pessoas interagindo.
      Também é um mundo onde se tenta mostrar o melhor, e esconder o pior... de uma forma mais escondidinha, e polidinha, com esta interacção, neste género de blogues, mas onde tarde ou cedo, sempre dá, de alguma forma, para vislumbrar o interior das pessoas... através das suas escolhas, e opiniões.
      Logo, também terá as suas ervas daninhas... tal como na vida real...

      Eu, uma Gipsofila?... Bem... Só posso ficar muito envaidecida com a comparação, Remus...
      Que posso dizer? Que da mesma forma, que quem nasceu para lagartixa, nunca chegará a jacaré... também quem nasceu para Gipsofila, nunca chegará a erva daninha... e vice-versa...
      Muito obrigada, Remus, pela visita e comentário... e seja, igualmente, muito bem-vindo, ao nosso 2015!...
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  8. Adoro o cais das colunas...de boa vontade partia sem rumo...

    Genial foto!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Elisa!
      Também é um local que aprecio imenso... e onde há sempre um motivo qualquer, digno de ser fotografado...
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
  9. Este senhor está um bocadito atrasado e no local errado. O primeiro banho do ano é no dia 1 e, em para os lados de Lisboa, penso ser na Praia de Carcavelos.
    A Ana bem que podia fazer uma boa acção e informar o senhor, ou então uma má acção e dar-lhe um empurrãozinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O senhor estava só ali a apreciar as vistas...
      Banho?... Ele já tinha um aspecto tão lavadinho...
      Abraço
      Ana

      Eliminar
  10. A foto é muito sugestiva, mas pela minha parte é paisagem só para deslumbrar, não para partir! Nunca tive a nostalgia das viagens. Há poucos locais que gostaria, mesmo, de visitar. Mas adoraria viver pertinho do mar, que me encanta!

    Um beijinho:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Isabel!
      Só posso dizer que faço minhas, as suas palavras, sem tirar, nem pôr... também nunca tive a nostalgia das viagens... e às vezes penso, que os lugares que adorava conhecer... são mesmo os lugares que efectivamente já conheço... e que surgiram no meu caminho para eu os conhecer... sem que eu pensasse, em como desejaria conhecê-los previamente... detesto planear o que quer que seja... até viagens... e para mim, conhecer um lugar verdadeiramente... é simplesmente, viver nele...
      Beijinhos. Bom final de domingo!
      Ana

      Eliminar
  11. Podemos fintar as tristezas do passado, não as do presente.
    A fotografia, para além de retratar um dos locais mais bonitos da minha tão amada Lisboa, e o homem que admira o rio, deixou-me a pensar entre a pequenez do Homem e a grandiosidade da Natureza.
    Foi um prazer conhecer o seu espaço.
    Voltarei com mais calma para espreitar melhor.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas se conseguirmos esquecer as tristezas do passado, ou fazer por não as lembrar... pelo menos... ficaremos bem mais leves, apenas concentrados no presente... que é onde realmente, tudo acontece...
      Seja muito bem-vinda, GL!
      Será para nós um prazer, tê-la, por aqui, sempre que lhe seja possível!
      Um beijo... e agora que nos encontrou... volte mais vezes...
      Ana

      Eliminar
  12. E que 2015 seja assim então: azul, tranquilo e com o vento leve nos embalando para as coisas boas da vida.
    Que o ano Novo traga a vc e Jorge muita felicidade mAninha.
    BJos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço minhas as suas palavras, Jéff, também desejando a você tudo de bom para 2015.
      Um ano cheio de luz e brilho, para você, maninho!!!
      Beijão
      Ana

      Eliminar