quinta-feira, novembro 06, 2014

Time is always ticking...

Fotos de objectos. / Objects in photos.

O tempo, consegue ser medido com tanta precisão...
E contudo, por vezes, nem sempre sabemos, quando é que é o momento certo, para seguir em frente... ou voltar atrás...
E muitas vezes, as decisões adiam-se... para tentar ganhar mais tempo...
E no entanto, o tempo, é sempre  irreversível...
O tempo... algo que me tem faltado, por estes dias...

Foto de Ana Freire... à qual deixo associada, hoje por aqui, uma música de um grupo português, que aprecio imenso... Classificados, Com Medo de Voar.

O tempo, consegue ser medido com tanta precisão...E contudo, por vezes, nem sempre sabemos, quando é que é o momento certo, para seguir em frente... ou voltar atrás...E muitas vezes, as decisões adiam-se... para tentar ganhar mais tempo... E no entanto, o tempo, é sempre  irreversível... / Time can be measured with such precision... And yet, sometimes, we don't know, when is the right time to move on... or  to turn back... And many times, we delay our decisions... in order to try to win some more time... And yet, time is always irreversible ...
O tempo está sempre correndo... / Time is always ticking...

Time can be measured with such precision...
And yet, sometimes, we don't know, when is the right time to move on ... or  to turn back ...
And many times, we delay our decisions... in order to try to win some more time ...
And yet, time is always irreversible ...
Time ... something that has been missing to me, by these days ...

Photo by Ana Freire ... which I leave, linked to a song from a Portuguese group... Classificados, Com Medo de Voar (see the link above, on this post).


28 comentários:

  1. A Senhora Doutora Arquitecta Engenheira Ana, tenha cuidado, porque está a ser enganada. O tempo não existe!
    Se não acredita nestas minhas palavras, digo que só estou a copiar o que senhor Einstein disse: «Para aqueles que acreditam na física, esta separação entre passado, presente e futuro é somente uma ilusão.»
    Para Einstein, o tempo não existe de facto, ou melhor, não existe um “Tempo real, ou um tempo absoluto”, como afirmava Newton.
    :-P

    E também enganado estou a ser eu, porque ainda há dias disse, a respeito da qualidade das suas fotografias e passo a citar: «Na 4ª distrital? Eu jogo mesmo, é no quintal das traseiras...»
    Olho para esta fotografia, e começo a pensar que o seu quintal das traseiras deverá ser pelo menos, o "Alvalade XXI" ou a outra "coisa vermelha que fica lá ao pé". :-)

    Uma fotografia muito bem esgalhada. O efeito resultou bem e foi bem aplicado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu bem sei que o tempo não existe, Remus!...
      Ele some, "evaropa-se" a olhos vistos...
      Hum!... Alvalade XXI?... Não é bem a minha cor, Remus! A minha catedral é mais azul, e mais imponente... se o quintalinho onde brinco, já for um trilionésimo, do tamanho do tapete de entrada, de lá... por onde entram os dragões... já me dou por satisfeita... ;-))
      Obrigada pela visita, e palavras de apreço, Remus!
      Bjs
      Ana

      Eliminar
  2. Por mais curvas que inventem ao Tempo
    ele não estica nem encolhe
    só nós temos o condão

    de vivê-lo cada segundo...~_

    Abaixo as correrias
    e um Xoxo enorme de aqui dos calhaus frios e nevados
    da Serra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas às vezes, dava um jeitão que o tempo fosse mesmo elástico, para fazer uma fisga... só para ver, se sempre se chegava mais além...
      Obrigada pela visita e simpatia, João!
      Um xoxo, aqui da Aldeia da Roupa Molhada... com esta chuva, que parece que não quer ir embora...
      Ana

      Eliminar
    2. Partir é um Adeus
      regressar é impossível...Xoxo de aqui dos calhaus do "Tempo" ~_

      Eliminar
    3. E entre o partir... e o não regressar... mais vale por cá ficar... o máximo de tempo possível... e assim se saiba, a vida devidamente apreciar...
      Afinal, João... você é um poeta... que também faz vídeos...
      Um xoxo, aí para as Serras do Tempo...
      Ana

      Eliminar
    4. Também muitos conhecimentos de Quântica mecânica...infelizmente

      pois neste barco existencial há tanto tempo
      somos mais felizes num tanto de ilusão...

      "mais vale por cá ficar
      o máximo de tempo possível
      e assim se saiba, a vida devidamente apreciar..."

      Um belo e feliz fim de semana num Xoxo enorme de aqui dos Calhaus
      ( era meia noite e só havia uns trapitos de neve, e nevoeiro )

      Eliminar
    5. Muitíssimo obrigada, João!
      Um excelente fim de semana, para o anjo poeta, que me veio aqui parar... vindo lá do alto das Serras...
      Um xoxo, aqui da aldeia... já meio enregelada, também...
      Ana

      Eliminar
  3. Quem me dera poder voltar atrás...só um pouquinho...
    Agora é viver o presente sem hesitações!

    Adoro esta canção!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tempo não pára, Elisa... e por isso, há ainda que dar mais valor, a todo o tempo que ainda dispomos... O passado, para trás ficou, o amanhã ainda não nos pertence, e só temos o aqui, o agora, e o já... É esse o nosso tempo, do qual deveremos saber aproveitar cada instante.
      Obrigada pela visita e simpatia, Elisa!
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
  4. nós andamos para cima, para o lado, para o outro lado, mas ainda não andamos para trás no tempo (nem para a frente)
    e não adianta querer andar para trás no tempo... eu pessoalmente odeio a frase "Se eu soubesse o que sei hoje"... porque na realidade se eu soubesse o que sei hoje não tinha tido o prazer de aprender, experimentar e descobrir...

    ... e também gosto muito da imagem!!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Paulo! Além de que qualquer arrependimento é sempre tardio... Porque de nada vale reavaliar o passado, com as premissas de hoje. É puramente um exercício inútil, desgastante, e sem sentido.
      Andei a treinar uns desfoquezitos... depois de ver umas imagens do "Meistre" Remus...
      Foi só uma brincadeirinha...
      Obrigada pela visita e comentário, Paulo!
      Um abraço
      Ana

      Eliminar
  5. Eu nao sei se gostaria de voltar ou avancar no tempo... Acho que avancar, o tempo que tenho agora nao esta sendo usado da forma como gostaria, muitas obrigacoes...
    Bom e longo fds Ana! ;-)
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois eu sei, Lúcia, que não gostaria de voltar atrás, ou avançar no tempo... Nem adianta pensar nisso...
      O tempo de que dispomos, é somente este... o aqui e o agora... e nunca será outro... e não troco nem um segundo do agora, por divagações de qualquer espécie... em qualquer sentido... e sem sentido.
      O amanhã não nos pertence, o passado já foi, por isso só aprecio o instante presente, na certeza de que no instante seguinte, pode desaparecer.
      E só assim se consegue desfrutar de tudo o que a vida tem realmente para nos oferecer... em cada segundo...
      Bom final de semana. Beijos.
      Ana

      Eliminar
    2. Verdade Ana!
      Eu sempre digo que ontem nao existe mais e amanha ainda eh uma hipotese. :)
      Beijos

      Eliminar
    3. Como ando sempre numa onda de realidade, Lúcia... acho que o amanhã não nos pertence... porque ainda não aconteceu... no entanto, é uma tremenda verdade: nos amanhãs... cabem sempre todas as hipóteses do mundo...
      Meanwhile... one day at a time...
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  6. Já eu não ligo ao tempo, detesto relógios, mas a foto que colocaste aqui está para lá de bonita! Great shot!
    Só hoje me apercebi que é sexta feira, vivo ao sabor do momento o pior é quando me esqueço dos compromissos que tenho. O passado fez com que ficasse assim, sem horas , sem relógios sem nada que me controle, no entanto há pessoas que querem que eu siga o tempo delas..bahh não ligo e sigo ao sabor dos dias e das noites. Parece que voltei ao passado, sol e lua são meus aliados.

    Beijos Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando o tempo passa, sem darmos por ele, Manu, das duas... três:
      Ou estamos a fazer algo de que realmente gostamos...
      Ou estamos em óptima companhia...
      Ou estamos/somos felizes...

      Só os maus momentos, é custam sempre a passar... por isso não ligar a horas... tem sempre algo de bom...
      Obrigada pela visita, e palavras de apreço, Manu!
      Bom fim de semana. Beijinhos.
      Ana

      Eliminar
  7. Estive a ler as palavras com muita atenção. Fiquei deprimido.
    O tempo, esse desgraçado sempre a fugir.
    Para meu consolo espiritual, regalei-me com a fotografia. E demorei bastante tempo a admirá-la.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, Questiuncas...
      E normalmente, só se costuma dar por ele... quando já passou...
      O tempo... esse bandido... que foge à nossa frente... mas que nunca corre atrás de nós...
      Mas fico feliz... que o Questiuncas tenha arranjado um tempinho, para olhar a minha fotografia... só espero que não tenha chegado atrasado. a algum lado, por minha causa...
      Bom fim de semana, e obrigada pela visita, Questiuncas!
      Um abraço
      Ana

      Eliminar
  8. Oi Ana
    Como um objeto corriqueiro além de compor uma bela fotografia também nos leva a questionar o que temos feito com o nosso tempo e como reorganizá-lo de forma a não deixar escoar como areia entre os dedos _ sem volta!
    Estás a cada dia surpreendendo com fotos de estúdio_ só consigo algumas boazinhas ao ar livre ,, dentro de casa sou uma negação rsrs
    Gostei muito.
    abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lis!
      Enquanto estive ausente do blog, lembrei-me de fazer umas experiênciazinhas, lembrei-me de algumas fotos com desfoques, do nosso "Meistre" Remus... e tentei à minha maneira... e saiu isto!...
      Foi só uma brincadeirinha... para ir tentando com outros objectos... a ver no que dá... quando calhar...
      Obrigada, pela visita e simpatia de sempre, Lis!
      Bom domingo! Beijos.
      Ana

      Eliminar
  9. Gostei muito da foto. O tempo, sabemos, corre à nossa revelia. Não é ele próprio que nos esquenta a cabeça (rss), mas o que fazemos em sua utilização. Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Marilene!... O que mais desejamos é ter tempo... e no entanto, às vezes, usamos o nosso tempo tão mal... mas nem sempre temos consciência disso...
      A foto foi uma pequena experiência, pois por norma, não fotografo muito objectos... mas às vezes há que mudar um pouco os temas... para ver o que acontece...
      Beijos. Obrigada pela visita e palavras de apreço, Marilene!
      Ana

      Eliminar
  10. Tempo é memória, passado e também futuro.
    Presente é falta de tempo,tempo adiado, tempo que não chega.
    Tempo é esperança e ilusão. Quando precisamos ele falta.

    Semana muito feliz e cheia de tempo.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, Armindo!
      O presente é mesmo uma falta de tempo... que está sempre em contagem decrescente...
      E é mesmo uma ilusão... Às vezes os bons momentos, passam tão rápido, que mal damos por eles... só os maus momentos, é que às vezes levam uma eternidade para passar...
      Como o tempo é sempre tão relativo, não é?
      Muitíssimo obrigada pela visita, e pela suas palavras, Armindo... que sempre nos fazem reflectir melhor sobre tudo...
      Igualmente, uma feliz semana para si... também cheia de tempo para ser bem aproveitado... e já agora com bom tempo... para o Armindo ter oportunidade de tirar mais fotos maravilhosas, como só o Armindo o sabe fazer...
      Abraço
      Ana

      Eliminar
  11. The time is ticking out...
    Excelente foto.

    Saudações!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensei nesse titulo... mas soava um pouco, a Exterminador Implacável... e deixei mesmo o out... de fora...
      Obrigada pela visita e comentário, Roadrunner!.
      Saudações!
      Ana

      Eliminar