domingo, novembro 30, 2014

Get your motor running...

Fotos da cidade. / City photos.

Não me ocorrendo muito para dizer sobre esta foto, tirada na zona comercial, mesmo no centro da Ericeira... resta-me associá-la à única música, que sempre me vem à mente... quando o tema é motas...

Aqui fica um clássico, a primeira música Heavy Metal, de todos os tempos, gravada em 1968... quem diria?  E contudo, sempre intemporal...
Já se fizeram muitas versões desta música... mas para mim, a versão original, será sempre imbatível... Steppenwolf - Born To Be Wild... Aqui fica um link da minha preferência.

Liguem os motores... coloquem os capacetes... apertem os cintos... vistam os blusões de cabedal... e venham daí, à procura de uma nova aventura... sem sair do lugar...
Melhor que isto?...

Foto de Ana Freire.


Não me ocorrendo muito para dizer sobre esta foto, tirada na zona comercial, mesmo no centro da Ericeira... resta-me associá-la à única música, que sempre me vem à mente... quando o tema é motas... vejam o link no post... / Not occurring me much to say about this photo, taken in the commercial area, right in the center of Ericeira... I have nothing left but associate it with the only song that always comes to my mind, when the topic is... motorbikes... see the link on the post...
Liguem os motores... / Get your motors running...

Not occurring me much to say about this photo, taken in the commercial area, right in the center of Ericeira... I have nothing left but associate it with the only song that always comes to my mind, when the topic is... motorbikes...

Here it stays a classic. The first Heavy Metal song, of all times, recorded in 1968... who would have thought it? Because it is always timeless...
Many versions of this song were already made... but to me, the original version will always be unbeatable... Steppenwolf - Born To Be Wild... Here it stays a link of my preference. (See it above on this post)

Get your motors running... put your helmets on... fasten your seat belts... go and get your leather jackets... and come on looking for a new adventure... without leaving your seat...
Better than this?...

Photo by Ana Freire.


20 comentários:

  1. Adorei a foto!
    Nunca me lembraria de tirar uma assim.

    O dia a dia...acompanhado por uma intemporal canção.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também foi uma estreia para mim, Elisa!
      Não são temas muito usuais nas minhas fotos, mas achei aquela mota de cor vermelha irresistível... e acabou por vir aqui parar, ao blog...
      Beijinhos e obrigada pela visita e comentário, Elisa!
      Ana

      Eliminar
  2. Já liguei o motor, já coloquei o capacete e prepara-te para me veres passar em velocidade louca, voando com cabelos ao vento...brinco, claro, porque tenho péssimas recordações de motas que alguns membros da família usaram e se deram mal.
    Gosto destas que estão paradinhas e muito bem fotografadas.

    Beijos Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu, Manu!
      Também gosto mais delas paradinhas... Achei a vermelha um espectáculo...
      Alguns desfiles costumam ser organizados lá na Ericeira, por vezes, no Verão... tenho que lhes prestar mais atenção... normalmente não lhes ligo muito...
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
  3. Ana, coincidentemente, ia postar foto de moto (rss). Não ando nelas, mas são lindas. Meu irmão já foi motociclista e sofreu muitas quedas em viagens com grupos. Tem pinos nos pés. Só agora, com mais de 50 anos, parou um pouco, mas elas são sua paixão. A foto é encantadora. Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente as motos são mesmo uma paixão, para a grande maioria dos motociclistas...
      Também gosto mais delas paradas... para a fotografia... Tenho que lhes prestar mais atenção.
      Normalmente não são um tema nada habitual, nas minhas fotos... mas há que explorar temas novos...
      Obrigada pela visita e palavras de apreço, Marilene!
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  4. Aquela feiosa
    penso eu
    será nossa e muito famosa....Famel

    Toda a família se passeava aos Domingos ....~_*


    Xoxo de aqui dos calhaus da Serra e uma bela e atraente semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não entendo muito de motas, mas sim, parece-me uma Famel, João...
      Bons tempos... em que por cá ainda se iam fazendo algumas coisas, neste país...
      Uma excelente semana... com pouco frio, esperemos...
      Beijos, aqui da Aldeia da Roupa Branca
      Ana

      Eliminar
  5. 1.º: O link da música que deixou, a mim diz que é um "Vídeo privado", pelo que não dá para colocar a "tocar".

    2.º: Tal como a Ana disse, existem muitas versões desta música. Mas acho que existe uma versão muito boa desta música, cantada totalmente à capela, sem nenhum suporte musical que não a voz dos elementos do grupo, interpretada pelos Pentatonix. Quem quiser ouvir: Pentatonix - "Born to be Wild".

    3.º: Quem diria que esta música foi a mãe de todas as músicas Heavy Metal. Hoje em dia, pelo menos para mim, praticamente todas as músicas de Heavy Metal são totalmente inaudíveis. Esta música ao lado das novas músicas de Heavy Metal é praticamente uma balada. :-P

    4.º: Quem diria que a Ana tem um espírito de motoqueiro. Já a estou a imaginar montada em cima da sua Harley Davidson, a andar pela marginal de Cascais, com um capacete daqueles de aviador que trazem óculos e tudo e com uma enorme Sharp ao pescoço, por forma a ondular com o vento. Se alguém vir esta figura na rua, já sabem que é a Ana Freire. Se por acaso não for, então é uma prima.
    :-P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Remus!
      Obrigada, pelo aviso. Verifiquei e aconteceu-me o mesmo. Já substitui o link. Espero que este já apareça.
      Já ouvi a versão dos Pentatonix e também gostei imenso, nem conhecia. Mas andava à procura duma versão do original, para colocar por aqui.
      Motoqueira, eu? Só mesmo em espírito... gosto de motas... mas paradas... para eu as poder apreciar...
      Obrigada, mais uma vez, Remus! Beijos.
      Ana

      Eliminar
  6. Um ícone das 2 rodas e dos road movies!

    Saudações cilíndricas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também achei, Road!...
      Saudações velocipédicas... se é que existe...
      Bem... saudações na mesma... é o que interessa...
      Ana

      Eliminar
  7. Só uma pequeníssima observação, sendo a fotografia da Ericeira, não deveria ser uma fotografia com pranchas de surf. Quanto à música, lá teria de ser a famosíssima dos Beach Boys "Surfin' Ericeira"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que culpa tenho eu, Questiuncas, se à porta da loja das roupas de surf, estão motas, em vez de pranchas?...
      É o que se arranja...
      Abraço
      Ana

      Eliminar
  8. Gostei muito da foto que harmoniza as motos pesadas com as cores leves de loja Os motoqueiros não se importaram de estacionar em local proibido (encima do passeio), e onde se anuncia que a onda é dos sufistas hehehe
    A música está bem ao gosto deles _ confesso que não faz parte do meu repertório esse tipo de gritos dos roqueiros .Curto mais a 'bossa nova 'e os blues calmos ,incluindo os fados rs .É muito barulho desses americanos! rs
    abraços Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lis!
      Este género de música também não faz muito o meu género! Mas confesso que desta música, em particular, eu gosto!
      Que fazer, se à porta da loja do surf, estão duas motas jogando conversa fora?...
      Beijos, Lis!
      Ana

      Eliminar
  9. este running é bem mais confortável que o meu running :)
    muito bem lembrada este tema!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o que se pôde arranjar à porta da loja, Paulo!...
      E o tema... foi o primeiro que me veio à cabeça... se calhar até haverá outros... mas não me lembrei de mais nenhum, tão adequado...
      Abraço
      Ana

      Eliminar
  10. Baita e foto e uma sonzeira como dizemos por aqui.
    O rock e o heavy estão no meu sangue rsrsrrs
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a ver que o heavy, é a sua onda, Jéff...
      Confesso que também aprecio umas batidas mais calminhas...
      Fico feliz que tenha apreciado a foto e o vídeo...
      Beijos
      Ana

      Eliminar