terça-feira, outubro 14, 2014

These are the moments...

Fotos do Litoral. / Sea coast photos.

Haverá muitos momentos, na nossa vida, que preferimos esquecer...
E depois, há aqueles momentos... por vezes, simples... e, por isso, mais especiais... que desejamos recordar, para sempre... e que nos lembram o propósito,  o sentido, e o que realmente é mais importante, na nossa vida.
Aqui fica um pequeno exemplo.

Normalmente gosto de associar as imagens, por aqui, a grandes pensamentos que aprecio.
Para variar um pouco, vou associar esta imagem, a uma música de Edwin Mccain, que tal o consegue expressar, na perfeição.
Foto de Ana Freire.


Haverá muitos momentos, na nossa vida, que preferimos esquecer. E depois, há aqueles momentos especiais, que desejamos recordar para sempre... / There will be many moments in our life, which we simply choose to forget. And then, there are those special moments, that we want to keep forever...
São estes momentos... / These are the moments...

There will be many moments in our life, which we simply choose to forget ... 
And then, there are those moments ...  simple moments, sometimes ... therefore more special ... that we want to keep forever ... reminding us the purpose, meaning, and what really  it is more important in our life. 
Here it is a small example. 

Normally I like to associate the images, over here, to great thoughts which I appreciate most. 
For a change, I will associate this image, to a song from Edwin Mccain (see the link above in this post), which managed to express it so well. 
Photo by Ana Freire.


20 comentários:

  1. Nao somos apenas nos que apreciamos uma bela vista, com certeza a gaivota escolheu um bom lugar para admirar o oceano.
    E como vc sabe, adoro silhuetas. :)
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, Lúcia!
      Cada pessoa valoriza o que mais aprecia em imagem.
      Uns apostam em contrastes, outros em desfoques, outros em silhuetas...
      Como sou muito maçarica em imagem... Não me atrevo a excluir nada... E sendo assim, aponto para todo o lado...
      Obrigada pela visita e comentário, Lúcia!
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  2. e depois há a fotografia que pode congelar um momento... mas que cada pessoa vai olhar a sua maneira para ele.
    gosto muito da imagem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Paulo!
      Um elogio vindo do Rei dos contrastes sensacionais, deixa-me super vaidosa.
      Um abraço
      Ana

      Eliminar
  3. A fotografia é aquele momento mágico que nosso olhar é despertado para algum detalhe, alguma paisagem ,algum rosto e temos algo único que não vai se repetir.
    Sua foto de hoje é uma brisa que refresca nossa alma .É linda!
    A música é um trinado ensaiado , adorei.
    Bom te-la ,de novo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como sempre, você descascando os meus pensamentos até ao caroço, Lis!...
      Você entendeu perfeitamente porque associei esta música, a esta imagem...
      Eu é que digo que é muito bom, tê-la de volta por aqui.
      Um beijo
      Ana

      Eliminar
  4. Agora que a dona Freire abriu um precedente, fico aqui a pensar com os meus botões, que fotografia é que a dona Freire associaria a uma música do Quim Barreiros ou a uma música do Emanuel.
    Se quiser pegar no desafio, esteja à vontade.
    :-D :-D

    Já agora, por acaso esta gaivota não lhe roubou um chocolate, pois não?
    É que parece que ultimamente, a certa pessoa, anda acontecer isso.
    :-P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me parece que seja esta a gulosa-ladra da gaivota.
      Esta nota-se que tem uma elegância, uma pose de modelo de gaivota. A que me roubou o chocolate é rafeira.

      Eliminar
    2. É mesmo, Questiuncas...
      Parece-me que a minha gaivota não liga muito a doces...
      Se calhar está mais voltada para salgadinhos. Quem sabe?...
      Obrigada pela visita. Um abraço.
      Ana

      Eliminar
    3. Remus, em relação ao Quim Barreiros, como ele é mestre em CUlinária... talvez associasse à imagem de um bom bacalhau... ou então talvez optasse pela imagem da garagem de alguma vizinha...
      Em relação ao Emanuel... Pimba!... Acho que ficaria bem, com umas imagens de martelinhos de São João, do Remus...
      Lamento Remus, mas estes 2 autores, não fazem parte do meu reportório favorito, para ouvir nas horas vagas... :-))

      A minha gaivota? Não aprecia chocolates, por causa das cáries... e gosta de manter a linha... para não ocupar muito... a linha do horizonte... ;-P
      Obrigada pela visita, Remus!
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  5. Acontece-me não conseguir esquecer maus momentos por terem vindo de quem nunca esperaria...
    Tento amenizar com outros que me fazem sorrir!

    Esta canção é fabulosa e em total sintonia com a excelente foto.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não esquecer alguns maus momentos, Elisa, é precisamente um desgaste de energia, a pensar em certas pessoas que não o merecem, e que nos fizeram sofrer a nós, ou aos nossos... e a continuar a dar-lhes o poder de interferir nas nossas vidas, de alguma forma..
      Também já tive a minha quota parte...
      Pessoas assim, pura e simplesmente, varro-as da minha memória... para sempre...
      Há tantas outras coisas melhores em que pensar, ou para fazer...
      Obrigada pela visita e apreço.
      Beijinhos
      Ana

      Eliminar
  6. Há certamente na vida muitos momentos que queremos esquecer e que nos marcaram pela negativa, já aprendi a fazer delet e vivo o hoje o agora sem me preocupar com o passado. Quero o hoje, quero luz, alegria, bons amigos e poder contemplar belas fotos como esta que me fazem voar em sonhos e levar até onde a minha imaginação o permitir. Quero juntar-me à tua gaivota, um pássaro com o qual me identifico, levantamos voo as duas, não sem antes te deixar um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Manu!
      Pelas palavras e simpatia de sempre.
      É sempre um prazer, sentir que vai poisando, por aqui, neste porto de abrigo.
      Um beijo grande, e mais uma vez, obrigada pelo destaque, que nos foi dado, no seu fabuloso post de hoje.
      Ana

      Eliminar
  7. Mais uma imagem que muito me agrada e demonstra o seu olhar atento para nos presentear com essa bela imagem. Obrigado!!!!!
    Bjo

    ResponderEliminar
  8. Quando a noite cai, há sempre um sinal luminoso indicando o "caminho".

    Feliz pelo regresso. Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, o que procurei transmitir, Armindo!
      E quando não existe um sinal de luz, à beira do caminho... que o encontremos dentro de nós...
      Muito obrigada pelas palavras e visitas... hoje, e durante a nossa ausência...
      É sempre um privilégio tê-lo por aqui.
      Um grande abraço
      Ana

      Eliminar