quarta-feira, abril 23, 2014

Truth and consequences...

Fotos de animais. / Animal photos.

Na Natureza, tudo é tão simples...
Tudo é o que é, sem quaisquer preconceitos, ou juízos  de valor... sem vitórias, ou fracassos... e o verdadeiro mérito, estará sempre em saber ultrapassar a adversidade.
Na Natureza, apenas existe... verdade... e consequências...
Aqui fica uma foto, sobre o tema de hoje... Natureza... e mais um grande pensamento, em poucas palavras... a propósito do mesmo.
Foto de Ana Freire.
"Na natureza não há prémios nem castigos; há apenas consequências. "(ROBERT GREEN INGERSOLL, 1833 - 1899)
Na natureza, o verdadeiro mérito, estará sempre em saber ultrapassar a adversidade. Apenas existe... verdade... e consequências... / In nature the real merit will always be in overcoming adversity. There is only... truth... and consequences...
Verdade e consequências... / Truth and consequences...
"In nature there are neither rewards nor punishments; there are consequences." (ROBERT GREEN INGERSOLL, 1833 - 1899)
In Nature, everything is so simple...
Everything is what it is, without any prejudices or judgments... with no victories or failures... and the real merit will always be in overcoming adversity.
In Nature, there is only... truth... and consequences...
Here it stays a photo, on today's subject... Nature... and a great thought, in a few words, above...
Photo by Ana Freire.


8 comentários:

  1. Os homens deveriam seguir o exemplo da natureza..verdade, simplicidade, sem juízos de valor, sem críticas, apenas vivendo em harmonia com o universo..aceitando e contemplando.
    Esta gaivota olha o infinito, sem se preocupar com o amanhã, vive o agora.
    Só não percebi se o peixinho vermelho foi caçado, mas que ficaram ali os dois muito bem, lá isso ficaram.
    Sabes que adoro gaivotas? se fosse um pássaro escolhia ser uma delas e planar por aí.

    Beijos Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Manu!
      Também adoro gaivotas. Admiro-lhes a segurança, o voo desprendido, e a calma... que às vezes me falta quando me salta a tampa...
      Pois é... o aceitar as coisas que nos acontecem, sem lhes atribuir etiquetas, é que às vezes nos impede de aceitar as coisas tal como elas são, mas se calhar será a única forma de conseguirmos processar o que nos acontece...
      O peixinho? Não sei... Quando tirei a foto, já ele estava a fazer olhinhos de peixe morto para a gaivota...
      Obrigada, Manu!
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  2. Essa gaivota é esperta... Ora vê se ela apanhou uma sardinha ou um carapau?! Não! Como ela é uma gaivota chique, teve que apanhar um peixe benfiquista.
    Ou será que estou a ver a fotografia ao contrário, e o "mau" da história é o depravado do peixe que está a espiar as "partes baixas" da inocente gaivota? É que ele até está de olhos esbugalhados. Aquilo que está a ver, deve ter-lhe causado um grande impacto.
    :-D :-D

    A escolha por um ângulo baixo resultou muito bem e a luminosidade que existia na altura, harmonizou a fotografia.
    Parabéns a todos os intervenientes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Remus!
      Quando tirei a foto, já o peixe estava ali... a fazer olhos de peixe morto... acho que já não via muito bem nada a frente dele...
      Não sei se foi apanhado pela gaivota... provavelmente surripiado de um dos barcos de pesca, no final da faina, ao fim do dia...
      Obrigada pela opinião, Remus!
      Um abraço
      Ana

      Eliminar
  3. Ah, eu amo as aves ,de modo geral e as gaivotas são muito lindas_ aqui não as vemos _ encontro as garças de pernas mais longas e mais branquinhas. Lindas também!
    A foto ficou interessante por ela ter abandonado o peixinho do lado e preferir apreciar o mar rs e peixe fora d'água certamente agora já é isca ... as tais consequências ...
    abraços Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Lis!
      Acho que o peixe não foi pescado pela gaivota, mas retirado por ela... sem pedir licença, claro... de um dos barcos de pesca, no final do dia.
      Achei a situação imperdível... e lá consegui tirar umas fotos mais próximo... porque a gaivota também estava com dificuldades em levar o jantar até casa... debaixo da asa...
      Não tem gaivotas por aí? Ora aí está uma coisa, que eu não tinha nem ideia...
      Beijos
      Ana

      Eliminar
  4. Gostei muito do contexto e mensagem da imagem.
    A luz que incide na gaivota ficou do meu agrado, enfim, tudo me agradou.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Jéff!
      Só agora reparei que não tinha respondido ao seu comentário... enfim... mais vale tarde que nunca... as minhas desculpas.
      Beijos
      Ana

      Eliminar